SANTARÉM – Empresa incubada na Startup propõe diagnósticos de saúde rápidos através...

SANTARÉM – Empresa incubada na Startup propõe diagnósticos de saúde rápidos através de uma selfie

A NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém dinamizou ontem, na Startup Santarém, a sessão de lançamento da empresa MI.BO., uma plataforma digital que utiliza a inteligência artificial para desenvolver produtos inovadores ligados à saúde e bem-estar. Um destes produtos permite efetuar diagnósticos de saúde de alta fiabilidade através de uma selfie e que prevê, em apenas 1 minuto, os principais riscos à saúde com 95% de precisão. “A medicina moderna aumentou a expetativa de vida, mas isso não foi necessariamente acompanhado por um aumento equivalente na expetativa de vida saudável”, começou por dizer Aseem Gupta, o cientista e fundador da MI.BO., na sessão de apresentação pública da empresa incubada na Startup Santarém, realizada ontem, dia 8 de novembro. O empreendedor, de origem indiana, continuou, referindo que “as pessoas vivem mais, mas muitos desses anos são sobrecarregados por doenças crónicas e sofrimento desnecessário”. “Cada vez mais os humanos não conseguem atingir todo o potencial das suas vidas devido aos desafios do estilo de vida que podem levar à morte prematura”, declarou.

MI.BO., explicou o empresário, é “uma plataforma de saúde digital hiperpersonalizada que permite que as pessoas vivam mais, de forma mais saudável, acessível e sustentável, prevenindo doenças crónicas decorrentes do estilo de vida, que tiram 21 milhões de vidas prematuramente todos os anos”. Em termos simples, concretizou, “MI.BO. é um sistema de saúde preventivo holístico que primeiro diagnostica o estado de saúde de um indivíduo e, em seguida, fornece soluções personalizadas que visam reverter e prevenir o aparecimento de doenças crónicas decorrentes do estilo de vida, como obesidade, diabetes e doenças cardíacas”. “Fornecemos diagnósticos de saúde rápidos, assessoria e intervenção. MI.BO. é o primeiro influenciador de bem-estar pessoal digital do mundo; uma plataforma holística de saúde e fitness que oferece saúde para todos, suportada por um ecossistema conectado”, concluiu Aseem Gupta, que informou ainda que a MI.BO. “foi selecionada para participar nesta edição da Web Summit em três momentos distintos, entre eles uma competição que apresentou os 20 produtos mais interessantes criados por startups”. Um dos diversos produtos propostos pela empresa é a estação de saúde móvel, que, ligada à aplicação para smartphone, permite efetuar diagnósticos de saúde de alta fiabilidade através da uma selfie e que prevê, em apenas 1 minuto, os principais riscos de saúde com uma precisão de 95%. Esta ferramenta permite, assim, “criar um relacionamento de consultor confiável para informar, habilitar, influenciar e motivar os utilizadores a autogerir a sua saúde e condição física”.

De acordo com o fundador da MI.BO., esta funcionalidade pode ser adquirida de forma individual – a selfie pode ser tirada no próprio smarthphone, transformando-se o telemóvel pessoal num autêntico assistente virtual de bem-estar – ou por entidades que pretendam prestar este serviço ao seu público, tais como seguradoras, empresas, ginásios e até municípios, com um custo bastante reduzido, estando neste momento a MI.BO. a trabalhar na criação de “parcerias para que o projeto possa estar no mercado no início de 2023”. Para além da estação de saúde, a MI.BO. referiu dispor ainda de outros produtos que complementam a sua missão, tais como vestuário inteligente “que exponencia os resultados da atividade física do dia-a-dia sem ter de ir ao ginásio” e “um conceito mobile que disponibiliza todos estes serviços à porta do cliente”. Aseem Gupta assegurou ainda continuar a desenvolver de forma incessante o conceito da MI.BO., prevendo que em breve também as fotografias tiradas a alimentos possam facultar, entre outros dados, informação nutricional sobre a comida retratada.

O projeto inovador da MI.BO. tem vindo a ser trabalhado com a NERSANT desde 2019, que acompanhou todo o negócio desde essa data, até à sua constituição formal enquanto empresa, a 24 de junho deste ano. “Pouco antes do surto de COVID, percebemos que era importante concentrar os nossos esforços em tecnologia da saúde na União Europeia, sem descurar, naturalmente, a necessidade de verificação académica e a conformidade com os padrões europeus. Isto levou-nos a avaliar as opções de arranque do negócio em vários pontos da UE, entre os quais Portugal, que rapidamente se tornou na nossa primeira escolha, pela abertura para apoiar startups de tecnologia através do Startup Visa”, programa de acolhimento de empreendedores estrangeiros que pretendam desenvolver um projeto de empreendedorismo e/ou inovação em Portugal. A Startup Santarém surgiu como a primeira escolha entre as incubadoras da Startup Portugal. “Visitámos a rede de incubadores Startup Portugal. Estivemos em Lisboa, Porto, Braga, Aveiro e Santarém, tendo esta última cidade surgido como a primeira escolha. A proximidade de Santarém a Lisboa, bem como o facto de a região nos proporcionar a melhor oportunidade de trabalhar com instituições empresariais e académicas – uma parte importante do nosso programa de desenvolvimento tecnológico – foi determinante para esta escolha”. Para além disso, complementou “é também um bom lugar para construir uma equipa harmoniosa, pois proporciona um equilíbrio de vida saudável”. “Tem sido uma experiência maravilhosa. Desde o início a equipa da Startup Santarém foi muito paciente e acolhedora. Para além das instalações de incubação da Startup Santarém, o fator chave para quem vem de fora de Portugal, é sentir-se confortável e apoiado. A Startup Santarém foi mais do que isso, tornou-se uma família e um lar. Aqui, sinto-me em casa”, referiu Aseem Gupta.

Na sessão de apresentação da MI.BO. marcaram presença o Presidente da Direção da NERSANT, que mencionou ser um orgulho para a associação e para a região ter empresas como a MI.BO.. Domingos Chambel assegurou ainda continuar a trabalhar para que hajam condições para mais empresas na área tecnológica escolham a região para dinamizar os seus negócios. “A Startup Santarém nasceu em parceria com a Câmara Municipal de Santarém que nos cedeu estas instalações para a criação de uma incubadora e centro de inovação empresarial. Neste momento, a capacidade do espaço está esgotada, com 73 negócios instalados, entre eles 22 projetos resultantes de investimento estrangeiro no âmbito do programa Startup Visa. Lançamos o desafio ao Município de Santarém para podermos continuar a crescer e a oferecer soluções aos investidores e empreendedores que nos procuram”, desafiou o Presidente da Direção da NERSANT. Do Instituto Politécnico de Santarém – com quem a MI.BO. já realizou um protocolo de colaboração para a realização de investigação aplicada em vários campos científicos (principalmente em Tecnologias, Ciências do Desporto e Saúde) – esteve o seu Presidente, João Moutão, que se mostrou “muito orgulhoso” pelo lançamento desta empresa. “Hoje é um dia histórico para a região pela importância da cooperação entre ensino, empresas, associações e autarquias, pela importância de trabalharmos todos juntos”.

O Presidente da Câmara Municipal de Santarém encerrou a sessão, felicitando a “inovadora iniciativa empresarial aqui apresentada”. Ricardo Gonçalves respondeu ao Presidente da Direção da NERSANT, afirmando que “o Município é que agradece a vossa presença e intervenção no território, estando naturalmente disponível para o desafio que nos lançaram: o crescimento da Startup Santarém”. Os interessados em saber mais informações sobre a MI.BO. podem fazê-lo em https://mibo.life/.