SANTARÉM – Câmara assina auto de consignação para obra do PGEES

SANTARÉM – Câmara assina auto de consignação para obra do PGEES

Ricardo Gonçalves, presidente da Câmara Municipal de Santarém assinou no dia 23 de março, com a empresa “Ancorpor – Geotecnia e Fundações, Lda”, representada por José Carlos Gonçalves, o auto de consignação para a 1ª fase da obra do PGEES – Plano global de estabilização das Encostas de Santarém, no Salão Nobre dos Paços do Concelho. José Serrano Gordo, vice-presidente da Infraestruturas de Portugal, fez questão de estar presente nesta cerimónia tão importante para Santarém.

Ricardo Gonçalves mencionou que existem 16 encostas no planalto de Santarém que necessitam de intervenção, mas destas 16, 4 são mais urgentes. A primeira intervenção será na Encosta de Santa Margarida, com o intuito de reabrir o mais rápido possível a EN114 e a Encosta da Ribeira de Santarém. Em relação à Encosta das Quebradas e das Portas do Sol, a Infraestruturas de Portugal tem já um procedimento a decorrer para que essa consolidação seja realizada.

O autarca referiu a importância de se saber que “das 4 Encostas prioritárias existe 1 delas que ainda não tem fundo de financiamento – a da Ribeira de Alfange e do Bairro do Falcão – e que é importante que todos saibamos disso”. Esta empreitada que ronda os 5 milhões de euros, vai ter a duração de 26 meses, terminando em meados de junho de 2019. “A mesma vai começar pela estrada nacional 114, que não é propriedade do município de Santarém mas sim da Infraestruturas de Portugal, mas que tem causado grandes constrangimentos, não só à população de Santarém mas também à população dos concelhos vizinhos que trabalham em Santarém” disse o presidente da autarquia.

O Município de Santarém já iniciou contactos com o Governo no sentido de serem criadas condições, nomeadamente, no que diz respeito ao financiamento comunitário, que tornem possível a execução da 2ª fase do PGEES. No final da cerimónia, Ricardo Gonçalves fez um agradecimento público a Francisco Salgado, “que é um quadro de excelência do LNEC, é a pessoa que melhor conhece as nossas encostas e sempre que o Município de Santarém lhe pediu auxílio, independentemente de existirem protocolos, acordos, contratos com o LNEC, nunca deixou de responder aos nossos pedidos”, não esquecendo todos os técnicos da autarquia que estiveram envolvidos neste processo, a quem deixou uma palavra de profundo reconhecimento.