SANTARÉM – 90º Aniversário de Joaquim Veríssimo Serrão assinalado com Sessão Extraordinária...

SANTARÉM – 90º Aniversário de Joaquim Veríssimo Serrão assinalado com Sessão Extraordinária da Academia Portuguesa da História

O 90º Aniversário de Joaquim Veríssimo Serrão tem lugar no próximo dia 8 de julho e vai ser assinalado com uma Sessão Extraordinária da Academia Portuguesa da História, que decorre no Convento de S. Francisco, a partir das 15h00. A autarquia Scalabitana e o CIJVS – Centro De Investigação Joaquim Veríssimo Serrão, valência da Câmara de Santarém, juntamente com a Academia Portuguesa da História promovem esta sessão que conta com a participação e comunicações de Fátima Reis, Secretária-Geral da Academia Portuguesa da História e de Manuel Braga da Cruz, anterior Reitor da Universidade Católica, que vão proferir palavras sobre a Vida e Obra de Joaquim Veríssimo Serrão. A sessão conta ainda com a entrega da Medalha do CIJVS à Academia Portuguesa da História e com momentos musicais, a cargo do Conservatório de Música de Santarém. Ricardo Gonçalves, Presidente da Câmara de Santarém, encerra a sessão.

Joaquim Veríssimo Serrão, historiador e professor universitário, nasceu no dia 8 de julho de 1925, em Santarém. Licenciou-se em Ciências Histórico-Filosóficas em Coimbra, em 1948 e foi leitor de Cultura Portuguesa na Universidade de Toulouse (1950), onde se doutorou. Entre 1967 e1972 dirigiu o Centro Cultural Português da Fundação Calouste Gulbenkian, em Paris. Foi reitor da Universidade de Lisboa (1973), cargo de que foi exonerado, a seu pedido, em 1974. Da sua vasta produção destacam-se A Historiografia Portuguesa. Doutrina e Crítica (1972-1974), História de Portugal (12 volumes, 1977-1994) e Marcello Caetano – Confidências no Exílio (1985). Recebeu os prémios Alexandre Herculano (1954) e D. João II (1965). Desde 1977, publicou uma História de Portugal da sua inteira autoria, abrangendo as épocas desde as origens remotas de Portugal e da constituição do Condado Portucalense até ao período do Estado Novo. Esta obra tinha como objetivo chegar até ao período da Primeira República e ficaria concluída em 1990, com doze volumes. Porém, a partir de 1997 a obra foi continuada pelo período do Estado Novo e foi publicado o seu décimo oitavo volume em 2010.

Professor Catedrático Jubilado da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, foi presidente da Academia Portuguesa da História, entre 1975 e 2006.

Recebeu o Prémio Príncipe das Astúrias de Ciências Sociais, em 1995.

A 9 de Junho de 2006 foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Sant’Iago da Espada.

O ilustre Historiador doou a sua Biblioteca Particular com mais de 35 000 obras, livros e separatas, fontes de investigação que utilizou ao longo da sua carreira de professor universitário e investigador, bem como os ficheiros usados nas suas investigações e diplomas que recebeu ao longo da vida.
A doação, que contempla ainda, noventa caixas com documentação manuscrita enviada, quadros, telas, condecorações, moedas e ficheiros que também fazem parte da sua biblioteca pessoal, foi aceite e aprovada por unanimidade, em Reunião de Câmara de 09 de novembro de 2009.
Em 2010, no dia do seu 85º aniversário, Joaquim Veríssimo Serrão sublinhou, a importância de ver concretizado o sonho de poder, com este gesto “agradecer à minha terra tudo aquilo que me deu”, acrescentando que espera que, “com este Centro de Investigação, muitos investigadores, não apenas de âmbito nacional mas internacional, possam usufruir deste importante legado, como fonte de investigação para estudos futuros”. A abertura do CIJVS concretizou um antigo desejo do Professor Joaquim Veríssimo Serrão de doar a Santarém a sua biblioteca que espelha o seu profundo amor à cultura, à sua terra, ao ensino e à investigação. No dia 1 de março de 2011, foi criado o CIJVS, tendo como base e ativo a doação feita pelo Prof. Doutor Joaquim Veríssimo Serrão, à Câmara Municipal de Santarém, aceite em Reunião do Executivo de 9 de Novembro de 2009. A abertura do CIJVS concretizou-se a 26 de Maio de 2012, na Casa de Portugal e de Camões e comporta os 30 mil livros, medalhas, condecorações, quadros e centenas de documentos pertencentes ao arquivo pessoal de Joaquim Veríssimo Serrão. O CIJVS tem como objetivo a promoção da Investigação das Ciências Sociais e Humanas, da Ciência e Tecnologia, promovendo mensalmente duas assembleias de investigadores. A sessão tem entrada livre (limitada à lotação do espaço). www.cm-santarem.pt