Protocolo pretende desenvolver o andebol no concelho de Tomar

Protocolo pretende desenvolver o andebol no concelho de Tomar

Foi num ambiente adequado que os responsáveis das diversas partes envolvidas assinaram ontem, no Pavilhão Municipal Jácome Ratton, o protocolo relativo ao “Plano de Desenvolvimento do Andebol no Concelho de Tomar”. O protocolo envolve o Município de Tomar, a Federação Portuguesa de Andebol, os agrupamentos escolares do concelho (Templários e Nuno de Santa Maria), a Associação de Andebol de Santarém e o Núcleo do Sporting Clube de Portugal de Tomar. A testemunharem o acto estiveram algumas dezenas de alunos da Escola Básica do 1º Ciclo Infante D. Henrique que antes tiveram oportunidade de participar numa animada sessão de introdução à modalidade. Também o andebol nacional esteve representado ao mais alto nível, com a presença do Vice-Presidente da Federação, António Augusto Silva e de um dos mais reconhecidos andebolistas portugueses, Eduardo Filipe, antigo jogador do F.C. Porto e da Selecção Nacional. Entre as acções já definidas, o andebol vai ser uma das modalidades prioritárias no desporto escolar das escolas do concelho, enquanto o Núcleo do Sporting irá promover a criação de equipas para competição. No âmbito deste “Plano de Desenvolvimento do Andebol no Concelho de Tomar”, a Federação e a Associação de Andebol comprometem-se a promover e apoiar acções de divulgação da modalidade; realizar acções de formação de agentes desportivos; apoiar directamente os docentes de Educação Física ou outros agentes desportivos para o fomento e a prática do Andebol nos seus estabelecimentos de ensino ou nas estruturas associativas em que estiverem inseridos; apoiar a filiação e inscrição de clubes do concelho que desejem encetar a prática federada da modalidade; e apoiar a criação de condições para a estruturação de Escolas de Andebol. O Município compromete-se a apoiar as acções previstas ao abrigo do protocolo, nomeadamente a Festa do Andebol no final do ano lectivo; divulgar as diversas acções a desenvolver, possibilitando uma participação alargada da população; e apoiar no transporte de docentes, alunos, técnicos e agentes desportivos. Quanto aos agrupamentos, comprometem-se a promover as condições inerentes à prática do andebol nas actividades de enriquecimento curricular; garantir condições para o enquadramento técnico; divulgar as diversas acções a desenvolver, possibilitando uma participação alargada das respectivas comunidades escolares; e dar prioridade ao andebol enquanto modalidade do Desporto Escolar.

Siga-nos no Facebook