Promessas de regresso da medicina interna ao Hospital podem ter sido em...

Promessas de regresso da medicina interna ao Hospital podem ter sido em vão

Mais de um ano passou sobre as promessas feitas pelo Secretário de Estado da Saúde ao Município de Tomar em torno do regresso da medicina interna ao Hospital Nossa Senhora da Graça e ainda à melhoria do serviço de urgência que, nesta altura, desde há alguns anos, está longe de corresponder às necessidades da população. Em Fevereiro de 2014, a presidente da Câmara, Anabela Freitas, e o vereador responsável pela área da Saúde, Bruno Graça, davam conta de que a referida unidade hospitalar poderia, então, voltar a contar com valências que já teve, fazendo fé nas palavras do secretário de Estado, com quem reuniram em Lisboa. Só que o tempo está a encarregar-se de confirmar que, afinal, o cenário prometido está longe de se concretizar. Interpelado por João Tenreiro, vereador do PSD, Bruno Graça usou a palavra para deixar claro que não já não acredita nessas promessas: «Esses membros do actual Governo deram essas garantias mas já estamos habituados que essas garantias não se traduzam em factos reais e concretos. Aquilo que foi já assumido pela senhora presidente passou por solicitar uma reunião com o presidente da Administração do CHMT para que possamos pedir um ponto de situação relativamente a essas promessas».