OURÉM – Enfermeiros do Centro Hospitalar ensinam os mais pequenos a salvar...

OURÉM – Enfermeiros do Centro Hospitalar ensinam os mais pequenos a salvar vidas

𝐄𝐧𝐟𝐞𝐫𝐦𝐞𝐢𝐫𝐨𝐬 𝐝𝐨 Centro Hospitalar do Médio Tejo 𝐞𝐧𝐬𝐢𝐧𝐚𝐦 𝐨𝐬 𝐦𝐚𝐢𝐬 𝐩𝐞𝐪𝐮𝐞𝐧𝐨𝐬 𝐚 𝐬𝐚𝐥𝐯𝐚𝐫 𝐯𝐢𝐝𝐚𝐬. Num evento verdadeiramente repleto de experiências, curiosidade, sorrisos, partilha de histórias e sobretudo muitas aprendizagens, as crianças aprenderam a fazer pequenos curativos e manobras de reanimação. Esta iniciativa teve lugar no âmbito da parceria entre o CHMT e o Externato de S. Domingos, em Fátima, tendo quatro enfermeiros do Serviço de Pediatria participado numa sessão de educação em saúde aos alunos do 3º ano, com idades entre os oito e os nove anos. A brincar foram abordados os 𝐜𝐮𝐢𝐝𝐚𝐝𝐨𝐬 𝐝𝐞 𝐩𝐫𝐢𝐦𝐞𝐢𝐫𝐨𝐬 𝐬𝐨𝐜𝐨𝐫𝐫𝐨𝐬 e o 𝐬𝐮𝐩𝐨𝐫𝐭𝐞 𝐛𝐚́𝐬𝐢𝐜𝐨 𝐝𝐞 𝐯𝐢𝐝𝐚, proporcionando uma tarde diferente aos mais pequenos.
A sessão foi iniciada com algumas regras de primeiros socorros a aplicar em caso de ferida, mordedura de animais, hemorragias, engasgamento, entorse e queimaduras.

Posteriormente, aprenderam a fazer suporte básico de vida, imaginando que a almofada do urso Martin era a “vítima” usando-a desta forma para treino. O suporte básico de vida é um conjunto de procedimentos que tem como objetivo a recuperação da vida de uma vítima de paragem cardiorrespiratória, até à chegada de ajuda especializada. Consiste em duas ações: compressões torácicas (destinadas a fazer o sangue circular) e ventilações (a vulgarmente designada de “respiração boca-a-boca, para dar oxigénio aos pulmões). O suporte básico de vida pode prevenir lesões por falta de oxigenação dos órgãos vitais, como o cérebro e coração. A realização destes autênticos gestos que salvam, a par do pedido de socorro através do número de emergência 112, é muito importante para aumentar a probabilidade de sobrevivência com qualidade de vida. Aprender assim é muito mais divertido! No final, estes pequenos heróis, levaram consigo a almofada do urso Martin e um folheto explicativo, para se relembrarem do que aprenderam e em casa ensinarem as respetivas famílias.