OURÉM – Consignação da Área de Acolhimento Empresarial de Freixianda

OURÉM – Consignação da Área de Acolhimento Empresarial de Freixianda

O Presidente da Câmara Municipal de Ourém assinou, esta quinta-feira, o Auto de Consignação da empreitada de construção da Área de Acolhimento Empresarial de Freixianda, na presença dos representantes da empresa adjudicatária e da firma responsável pela fiscalização da obra.
A Área de Acolhimento Empresarial de Freixianda será implantada em Valongo, envolvendo uma área superior a 10 hectares, na qual serão construídos 23 lotes destinados à implementação de empresas, estando igualmente configurada a possibilidade de expansão em caso de necessidade futura.
Luís Miguel Albuquerque reforçou a importância da concretização deste projeto. “Trata-se de uma empreitada de importância extrema para o Concelho de Ourém e, sobretudo, para a zona na qual será construída esta área empresarial. Vai criar centenas de postos de trabalho, vai gerar riqueza e vai permitir a fixação de famílias, combatendo de igual modo o êxodo rural que se vem verificando ao longo dos últimos anos”, sublinhou o autarca.
Orçada em 3,788 milhões de euros, a construção da Área de Acolhimento Empresarial de Freixianda será financiada em 3 milhões por um fundo europeu, na sequência da candidatura submetida pelos serviços municipais, cuja aprovação permitiu reduzir o esforço financeiro a aplicar pelo Município de Ourém, para 788 mil euros, valor que representa o maior investimento de sempre numa obra pública a cargo da autarquia.
A empreitada foi adjudicada, por concurso público, à empresa “Civibérica – Obras Civis, SA”, cabendo a sua fiscalização à firma “44Engenharia, Lda”.