Município gasta 5 mil euros/ano com água canalizada para o horto porque...

Município gasta 5 mil euros/ano com água canalizada para o horto porque motor que “aproveita” Nabão foi roubado… há anos

O vereador responsável pelo Horto Municipal espera que dentro de poucos meses seja possível abrir esta estrutura ao público, espaço que, recorde-se, está situado na Quinta de Marmelais. Bruno Graça fez um ponto de situação em relação ao actual estado do Horto, considerando que ainda está em péssimas condições. A abertura ao público está dependente do funcionamento em pleno desta estrutura, que pretende garantir o fornecimento de plantas e flores necessários aos espaços verdes e jardins de Tomar. Bruno Graça lembrou, ainda, que ainda não foi possível avançar no processo da abertura das candidaturas para as Hortas Comunitárias. O vereador eleito pela Coligação Democrática Unitária referiu, igualmente, que está a ser reparada a rede de abastecimento para que se possa utilizar água do rio, uma vez que actualmente é utilizada a água canalizada da rede, o que custa ao município de Tomar mais de cinco mil euros por ano. O vereador falou também de intercâmbios com outros viveiros municipais: «Estamos a trabalhar no sentido de implementarmos a rede de águas. É bom que se saiba que os anteriores executivos utilizaram a água canalizada para a rega, o que custa ao município, anualmente, mais de cinco mil euros. E há uma canalização do rio para o horto, instalação que não está operacional porque roubaram o motor há muitos anos e nunca ninguém o substituiu».