Militante do PS desde 1977 diz-se disposto a «arrancar o cartão» devido...

Militante do PS desde 1977 diz-se disposto a «arrancar o cartão» devido a falta de actuação da Câmara

Um cidadão prometeu “arrancar” o cartão de filiado no Partido Socialista «por causa de Anabela Freitas e da falta de actuação da autarquia». A revelação foi feita em plena reunião da Câmara de Tomar onde José Duarte, residente na localidade de Pai Cabeça (na Serra/Junceira), mostrou o seu desagrado pelo facto de ser obrigado a aguardar, há quase cerca de dois anos, pela resolução de um problema que o aflige, bem como à sua esposa. Em causa está um imóvel em ruínas situado nas imediações da habitação do casal, estrutura essa que oferece perigo a quem circula nas imediações, de tal forma que uma telha já atingiu Catarina Duarte, conforme admitiu a própria em reunião de Câmara ocorrida há alguns meses. Por seu turno, a autarquia assegura que esgotados os prazos legais para tomar posse administrativa do edifício, seguir-se-á a abertura de concurso para se avançar para a demolição. Só que o tempo passa e o casal afectado não vê avanços. José Duarte lamentou isso mesmo e criticou o facto de Rui Serrano, vice-presidente da Câmara, ter faltado a uma reunião que estava marcada com a sua esposa. O cidadão falou em falta de respeito e confessou, ainda, ser militante do Partido Socialista desde 1977, dizendo-se disposto a «arrancar o cartão».