Mesmo sem juiz, Carregueiros vai promover as Festas em Honra do Divino...

Mesmo sem juiz, Carregueiros vai promover as Festas em Honra do Divino Espírito Santo

A localidade de Carregueiros acolhe, neste fim-de-semana, as tradicionais festas em honra do Divino Espírito Santo. A confraria não conseguiu eleger o juiz da festa, cenário que se repete desde há cerca de uma década. Os festejos, que contam com uma procissão de Tabuleiros, confeccionados com flores naturais, a realizar no Domingo, a partir das 12 horas, vão ser promovidos pela ACR de Carregueiros e pela Junta de Freguesia, contrariando assim a tradição que refere que quando não há juiz a festa não se realiza. Rui Oliveira, que preside à Confraria, lamenta estas dificuldades em encontrar alguém que desempenhe as funções: «A Confraria do Divino Espírito Santo de São Miguel de Carregueiros, de data de 1226, é que promove a Festa em Honra do Espírito Santo. A festa aparece no início do século 14. Já no ano passado, a Confraria, em Assembleia-geral, não conseguiu eleger um juiz como lhe compete fazer todos os anos. Há cerca de uma década que esse juiz não é eleito em assembleia. E esse juiz e mais sete irmãos asseguram a Festa. E agora também não conseguimos na reunião deste ano. E a tradição diz que se não houver juiz, não há festa. Gostava que a Confraria conseguisse mandar a tradição de eleger um juiz… ».