MÉDIO TEJO – Rendimento bruto/pessoa. Entroncamento tem maior poder de compra, seguindo-se...

MÉDIO TEJO – Rendimento bruto/pessoa. Entroncamento tem maior poder de compra, seguindo-se Barquinha e Torres Novas

Os números são do Instituto Nacional de Estatística e dizem respeito ao Rendimento ao nível local com base em dados fiscais da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) relativos à Nota de liquidação do Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares de 2017. E no que ao Médio Tejo diz respeito, o Entroncamento aparece no topo na média do Rendimento Bruto Declarado, com um total de 13928 euros, seguindo-se Vila Nova da Barquinha, com 12196, e Torres Novas, com 11873, a fechar o “top 3”. Seguindo este mesmo ranking, registo para Constância, com 11625; Tomar, com 11187; Abrantes, com 11132; Ourém, com 10335; Sardoal, com 10252; Alcanena, com 10055; Mação, com 9733; Vila de Rei, com 9101; Ferreira do Zêzere, com 8863; e Sertã, com 8660 euros. Em relação ao rendimento por agregados familiares, Entroncamento (20234 euros) também está na frente, seguido por Vila Nova da Barquinha (17872) e Torres Novas (17067). O concelho da Sertã volta a aparecer no último lugar, com 12718 euros). Veja o estudo do INE aqui