MÉDIO TEJO – I Edição do Skoda Granfondo arranca a dia 22...

MÉDIO TEJO – I Edição do Skoda Granfondo arranca a dia 22 de Maio

Se acreditarmos no poder dos números e que há felizes coincidências. Há 10 anos atrás, em 22 de maio de 2012, era inaugurada em Tóquio a maior torre do Mundo, a Skytree. Ora como nós só apostamos em eventos de grandes dimensões, aqui está um bom presságio, para a inauguração no próximo dia 22 de maio de 2022 (capicua interessante e facilmente memorizável) daquele que, pela sua centralidade, pela beleza das paisagens, pela hospitalidade das suas gentes, tem tudo para ser o maior Granfondo em Portugal. A primeira edição do Granfondo Médio Tejo contará, já nesta edição inaugural, com mais de mil participantes, vindos de todo território de Portugal Continental e ilhas e de quinze nacionalidades. Virão atletas dos EUA, do Brasil e toda a Europa. Esta envolvência, para além de cimentar as relações de proximidade e cooperação entre os municípios vizinhos de Ferreira do Zêzere e de Tomar, favorecerá a difusão e promoção do território comum além fronteiras. Este ano, a partida e chegada acontecerá no município de Ferreira do Zêzere, alternando no ano seguinte para o município de Tomar. Será um evento de cicloturismo, aberto à participação de todos os ciclistas, ciclodesportistas e cicloturistas (federados ou não federados), de ambos os sexos, de qualquer nacionalidade. A Cabreira Solutions, como parceira dos municípios promotores, preserva sempre a diversidade, a igualdade de género e inclusão social pelo desporto, incluindo na premiação e definição de escalões etários até aos oitenta anos. Também a responsabilidade ambiental é sempre contemplada sob o lema “Pegada Positiva” difundida pelo organizador. Este Granfondo apesar de ter um enquadramento de tipologia consentâneo com os desígnios do Ciclismo para Todos, permite aos participantes viverem experiências similares às dos ciclistas profissionais. Apresentamos três desafios, cujos atletas poderão optar pelas seguintes distâncias, com as seguintes designações, quilometragens e altimetria:

– Granfondo: 139,79km | 2280mt D+ (para os mais preparados e arrojados))
– Mediofondo: 104km | 1720mt D+ (para os desafiadores da regularidade)
– Minifondo: 76km | 1090mt D+ (para os amantes das grandes médias velocipédicas ou para aqueles que saboreiam estes momentos desprovidos de competição, simplesmente, pelo prazer de conhecer novos locais através da bicicleta.)

Na Região do Médio Tejo são vários os atrativos que levarão os participantes e familiares a tomarem contacto com a região, que, nesta altura, tem já a hotelaria completamente esgotada. Já há reservas a serem efetuadas em Coimbra, o que diz bem do dinamismo turístico e impacto económico, que o evento acrescentará à região. Esta novidade apresentada pela Cabreira Solutions permitirá aos participantes explorar um novo território e contactarem in loco com um vasto património cultural, histórico e arquitetónico da região, numa viagem no tempo e que lhes permitirá percorrer vários períodos da história da ocupação humana, desde, o período jurássico, passando pela arte rupestre, pela a época romana e sentir a era contemporânea percorrendo as mais belas estradas da região, meticulosamente escolhidas para tornar este dia inesquecível. Os participantes terão a oportunidade de pedalar pelas deslumbrantes paisagens de Ferreira do Zêzere, Olalhas, Serra, Tomar, Casais, Alviobeira, Pias, Dornes, Chão das Macieiras, Cernache do Bonjardim, Sertã, Marmeleiro, Vale da Urra Cimeiro, Vila de Rei, Fernandaires e Zaboeira. Para além dos locais de passagem das três distâncias da prova, os concorrentes e seus familiares serão desafiados a descobrirem as zonas históricas e de interesse turístico dos concelhos anfitriões, bem como informados das iguarias gastronómicas a degustar durante a sua permanência no território, bem como a possibilidade de aquisição de produtos regionais e de artesanato local. Ao longo do fim de semana a diversidade de património edificado e de estilos arquitetónicos, que se constituem como elementos icónicos e representativos da história de arte nacional serão visitados e constituir-se-ão como argumentos facilitadores de enriquecimento cultural, sempre associados e apreciados pelos cicloturistas. Está dado o mote para um grande evento de ciclismo para todos que, estamos convictos, perdurará por muitos anos, com a chancela da Cabreira Solutions, e que constitui uma oportunidade única, neste caso, para os participantes serem pioneiros e, acima de tudo, uma belíssima montra para esta região. Foto Câmara de Tomar/Facebook