MÉDIO TEJO – Coronavírus. Infeções voltam a subir… e de forma preocupante....

MÉDIO TEJO – Coronavírus. Infeções voltam a subir… e de forma preocupante. Apenas numa semana, número de casos aumentou de 1051 para 2158!

Depois de uma fase em que se pensava de maior acalmia, eis que o número de infeções covid19 registadas no Médio Tejo volta a subir. E de forma muito significativa. Basta dizer que na semana de 28 de Fevereiro a 4 de Março as autoridades de saúde confirmaram 1051 testes positivos na região, número que duplicou no período temporal de 5 a 11 de Março, com 2158 novos contágios. Desde o início da pandemia na região, já se contabilizam 60489 casos, dos quais 2157 estão ativos. 57830 pessoas já tiveram alta. 502 perderam a vida.

Perante este recente boletim da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo, Torres Novas é, agora, o concelho com maior número de infeções ativas, num total de 498, seguindo-se Tomar, com 387, e Ourém, com 292.

Eis os dados atualizados desde o início da pandemia: Ourém (14502 infeções, 14097 recuperações e 113 óbitos. 292 infeções ativas), Tomar (10507 casos, com 10042 recuperados e 78 óbitos. 387 infeções ativas), Torres Novas (10132 casos, 9555 recuperações e 79 mortes. 498 infeções ativas), Abrantes (7847 infetados, 7505 estão curados e 87 mortes. 255 infeções ativas), Entroncamento (5982 infeções, 5707 recuperados e 31 mortes. 244 infeções ativas), Alcanena (3629 casos, 3460 recuperações e 45 vítimas mortais. 124 infeções ativas), Ferreira do Zêzere (2463 casos, 2365 dos quais já recuperados e 23 vítimas mortais. 75 infeções ativas), Vila Nova da Barquinha (2010 casos, 1877 dos quais dados como curados e 15 mortes. 118 infeções ativas), Mação (1392 infeções, 1334 recuperados e 20 óbitos. 38 infeções ativas), Constância (1058 infeções, 1015 das quais já recuperadas e cinco mortes. 38 infeções ativas) e Sardoal (967 casos e 873 recuperados e seis óbitos. 88 infeções ativas).