MÉDIO TEJO – Coronavírus. Foram detectadas mais 193 infecções. Nenhum concelho ‘escapou’...

MÉDIO TEJO – Coronavírus. Foram detectadas mais 193 infecções. Nenhum concelho ‘escapou’ nesta recente contabilidade

Foram detectadas mais 193 infecções covid19 no Médio Tejo, sendo que, nesta recente contabilidade, houve contágios em todos os concelhos do território. Torres Novas foi o mais ‘atingido’, com 52 casos, seguindo-se 38 em Ourém, 25 em Tomar, 20 em Ferreira do Zêzere, 18 em Abrantes, 17 em Alcanena, 14 no Entroncamento, quatro em Vila Nova da Barquinha, três em Mação e um contágio em Constância e no Sardoal. Até agora, no total, o Médio Tejo já teve 7246 infecções, 2558 das quais activas. Há a registar 4540 recuperações. Lamentam-se 141 mortes.

Perante este recente boletim da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo, Ourém é o concelho com maior número de infecções activas, num total de 614, seguindo-se Torres Novas com 490 e Tomar com 393.

Eis os dados actualizados desde o início da pandemia: Ourém (1768 infecções, 1135 recuperações e 19 óbitos), Torres Novas (1200 casos, 695 recuperações e 19 mortes), Tomar (1156 casos, com 747 recuperados e 16 óbitos), Abrantes (869 infectados, 619 estão curados e 33 mortes), Entroncamento (718 infecções, 520 recuperados e 18 mortes), Alcanena (546 casos, 343 recuperações e 18 vítimas mortais*), Mação (318 infecções, 142 recuperados e seis óbitos*), Ferreira do Zêzere (310 casos, 88 dos quais já recuperados e duas vítimas mortais), Vila Nova da Barquinha (159 casos, 97 dos quais dados como curados e três mortes), Constância (105 infecções, 82 das quais já recuperadas e quatro mortes) e Sardoal (com 97 casos e 72 recuperados e três óbitos).

* Alcanena tem menos seis óbitos do que aqueles que já tinham sido avançados em virtude de um esclarecimento da DGS, que diminuiu esse ‘registo’ devido à causa efectiva da morte nas certidões de óbito.

* Mação tem menos um óbito do que aquele que já tinha sido avançado em virtude de um esclarecimento da DGS, que diminuiu esse ‘registo’ devido à causa efectiva da morte nas certidões de óbito.