MÉDIO TEJO – Coronavírus. Foi um dos piores dias do ano: 293...

MÉDIO TEJO – Coronavírus. Foi um dos piores dias do ano: 293 pessoas infetadas em apenas 24 horas. Só em Tomar foram 65 (!)

É um dos piores registos deste ano: em apenas 24 horas foram detetadas mais 293 infeções no Médio Tejo, 65 das quais em Tomar, 59 em Torres Novas, 51 em Ourém, 45 em Ferreira do Zêzere, 22 em Abrantes, 17 em Alcanena, 15 no Entroncamento, oito em Vila Nova da Barquinha, sete em Mação, três no Sardoal e uma em Constância, agora num total de 21511 contágios, dos quais 2305 estão em curso.

Perante este recente boletim da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo, Ourém é, agora, o concelho com maior número de infeções ativas, num total de 606, seguindo-se Tomar, com 517, e Torres Novas, com 385.

Eis os dados atualizados desde o início da pandemia: Ourém (5182 infeções, 4481 recuperações e 95 óbitos. 606 infeções ativas), Tomar (4026 casos, com 3451 recuperados e 58 óbitos. 517 infeções ativas), Torres Novas (3561 casos, 3109 recuperações e 67 mortes. 385 infeções ativas), Abrantes (2490 infetados, 2195 estão curados e 77 mortes. 218 infeções ativas), Entroncamento (2106 infeções, 1878 recuperados e 26 mortes. 202 infeções ativas), Alcanena (1455 casos, 1326 recuperações e 42 vítimas mortais. 87 infeções ativas), Ferreira do Zêzere (961 casos, 806 dos quais já recuperados e 20 vítimas mortais. 135 infeções ativas), Mação (583 infeções, 531 recuperados e 17 óbitos. 35 infeções ativas), Vila Nova da Barquinha (534 casos, 456 dos quais dados como curados e 12 mortes. 66 infeções ativas), Constância (342 infeções, 300 das quais já recuperadas e quatro mortes. 38 infeções ativas) e Sardoal (281 casos e 250 recuperados e cinco óbitos. 26 infeções ativas).