MÉDIO TEJO – Coronavírus. Este foi um dos piores dias dos últimos...

MÉDIO TEJO – Coronavírus. Este foi um dos piores dias dos últimos meses. Há mais 21 novas infecções na região

Foi um dos piores dias dos últimos meses no que ao Médio Tejo diz respeito: foram detectadas 21 novas infecções covid19, seis das quais no concelho de Ourém, três em Constância, Tomar e Torres Novas, duas em Abrantes e Alcanena e uma no Entroncamento e em Mação, numa globalidade regional de 13328 contágios, dos quais 227 estão activos. O número de altas – 12737 – voltou a não ter alteração, assim como as mortes associadas a esta doença, num trágico total de 379 óbitos.

Perante este recente boletim da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo, Ourém é, agora, o concelho com maior número de casos positivos, num total de 50, seguindo-se Abrantes, com 48, e Tomar, com 29.

Eis os dados actualizados desde o início da pandemia: Ourém (3113 infecções, 2980 recuperações e 83 óbitos. 50 infecções activas), Tomar (2555 casos, com 2470 recuperados e 56 óbitos. 29 infecções activas), Torres Novas (2047 casos, 1962 recuperações e 60 mortes. 25 infecções activas), Abrantes (1665 infectados, 1548 estão curados e 69 mortes. 48 infecções activas), Entroncamento (1143 infecções, 1113 recuperados e 23 mortes. Sete infecções activas), Alcanena (1066 casos, 1013 recuperações e 39 vítimas mortais. 14 infecções activas), Ferreira do Zêzere (615 casos, 596 dos quais já recuperados e 17 vítimas mortais. Duas infecções activas), Mação (440 infecções, 420 recuperados e 15 óbitos. Cinco infecções activas), Vila Nova da Barquinha (282 casos, 266 dos quais dados como curados e nove mortes. Sete infecções activas), Sardoal (com 205 casos e 195 recuperados e cinco óbitos. Cinco infecções activas) e Constância (202 infecções, 174 das quais já recuperadas e três mortes. 25 infecções activas).