MÉDIO TEJO – Coronavírus. Entroncamento com primeira infecção. Está em causa um...

MÉDIO TEJO – Coronavírus. Entroncamento com primeira infecção. Está em causa um homem, imigrante. Ourém regista mais dois casos

O Entroncamento já regista o primeiro caso de COVID-19. Está em causa um homem, imigrante, que não está inserido em nenhum círculo familiar no concelho. De resto, a região do Médio Tejo regista 67 casos confirmados, sendo que nas últimas 24 horas houve registo para mais duas infecções em Ourém, para além da situação já reportada na cidade dos comboios. Confirma-se, entretanto, a redução de um caso em Vila Nova da Barquinha – tal como a Hertz já tinha avançado há alguns dias – e que diz respeito a uma pessoa que tem como residência o concelho barquinhense mas que já mora desde há algum tempo no Norte do país. Eis a actual contabilidade: Ourém (18), Abrantes (16), Tomar (10), Torres Novas (9), Alcanena (6), Vila Nova da Barquinha (3), Ferreira do Zêzere (2), Entroncamento (1), Constância (1) e Sardoal (1). Estão 387 pessoas em vigilância activa: 95 em Torres Novas, 77 em Abrantes, 72 em Tomar, Ourém com 47, Alcanena com 27, Vila Nova da Barquinha com 24, Entroncamento, 23, Ferreira do Zêzere, 14, Sardoal com 5 e Mação com 3. Mação é, agora, o único concelho do Médio Tejo sem qualquer caso confirmado. Em vigilância passiva estão 190 pessoas. Já foram contactadas 701 pessoas na investigação dos casos. De lamentar, já, duas mortes no Médio Tejo, precisamente de um senhor, de 94 anos, de Tomar, e de outro homem, de 69 anos, de Alcanena.