MÉDIO TEJO – Coronavírus. Constância, Alcanena, Torres Novas e Entroncamento com índice...

MÉDIO TEJO – Coronavírus. Constância, Alcanena, Torres Novas e Entroncamento com índice de propagação ‘muito elevado’

Segundo os critérios definidos pela Direção-Geral da Saúde e tendo por base a recente atualização da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo, há quatro concelhos na região que estão com índice de propagação ‘muito elevado’, ou seja, com incidência cumulativa a 14 dias superior a 240 casos por 100 mil habitantes*. Assim acontece com Constância (552,5 contágios mas há cinco dias seguidos sem qualquer nova doença), Alcanena (304,5 casos), Torres Novas (289,9) e Entroncamento (283,01). Seguem-se, nesta lista indesejada mas já no patamar ‘elevado’, os concelhos de Tomar (189,3) e Ourém (145,8). Convém referir que há territórios com maior número de casos por 100 mil habitantes mas estão classificados como de ‘baixa densidade’, o que faria com que só entrassem para o mesmo risco ‘elevado’ aos 240 contágios. São os casos de Mação (233,8), Ferreira do Zêzere (153,8) ou Abrantes (136,8). Para já, longe de maiores preocupações estão Vila Nova da Barquinha (71,07 infeções) e Sardoal (113,4).

* – A Hertz já tem em consideração os dados provisórios do Censos 2021 na equação em causa.