MÉDIO TEJO – Coronavírus. Confirmam-se mais três mortes associadas à pandemia. Vítimas...

MÉDIO TEJO – Coronavírus. Confirmam-se mais três mortes associadas à pandemia. Vítimas eram de Tomar, Abrantes e Ourém

Estão confirmadas, no Médio Tejo, mais três mortes associadas à pandemia. Estão em causa vítimas que residiam em Abrantes, Ourém e Tomar, agora num trágico total acumulado de 474 mortes, sendo que o território oureense é aquele que maior impacto negativo tem sofrido, já com lamento para 108 óbitos. Abrantes segue-se nesta lista indesejada, com 81, enquanto Tomar já perdeu 72 pessoas para esta doença, atrás de Torres Novas, que tem 76 mortes. Há, nesta altura, 55704 infeções covid19 acumuladas na região, das quais 3491 estão em curso. 51739 pessoas já tiveram alta.

Perante este recente boletim da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo, Ourém continua como o concelho com maior número de infeções ativas, num total de 786, seguindo-se Torres Novas, com 617, e Tomar, com 516.

Eis os dados atualizados desde o início da pandemia: Ourém (13727 infeções, 12833 recuperações e 108 óbitos. 786 infeções ativas), Tomar (9630 casos, com 9042 recuperados e 72 óbitos. 516 infeções ativas), Torres Novas (9154 casos, 8461 recuperações e 76 mortes. 617 infeções ativas), Abrantes (7227 infetados, 6739 estão curados e 81 mortes. 407 infeções ativas), Entroncamento (5497 infeções, 5098 recuperados e 27 mortes. 372 infeções ativas), Alcanena (3345 casos, 3037 recuperações e 44 vítimas mortais. 264 infeções ativas), Ferreira do Zêzere (2260 casos, 2083 dos quais já recuperados e 22 vítimas mortais. 155 infeções ativas), Vila Nova da Barquinha (1749 casos, 1525 dos quais dados como curados e 14 mortes. 210 nfeções ativas), Mação (1321 infeções, 1245 recuperados e 19 óbitos. 57 infeções ativas), Constância (983 infeções, 921 das quais já recuperadas e cinco mortes. 57 infeções ativas) e Sardoal (811 casos e 755 recuperados e seis óbitos. 50 infeções ativas).