MÉDIO TEJO – Coronavírus. Abrantes mantém indesejado estatuto de concelho com maior...

MÉDIO TEJO – Coronavírus. Abrantes mantém indesejado estatuto de concelho com maior número de infeções ativas

Abrantes teima em continuar como o concelho do Médio Tejo com maior número de pessoas atualmente infetadas com covid19. Nesta altura, segundo a Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo, confirmam-se 346 contágios em curso, de um total regional de 1303 casos. Até agora, ainda pela região, já se somam 71541 infeções, das quais 69704 foram dadas como recuperadas. 534 pessoas perderam a vida.

Eis os dados atualizados desde o início da pandemia: Ourém (16401 infeções, 16075 recuperações e 118 óbitos. 208 infeções ativas), Tomar (12124 casos, com 11863 recuperados e 80 óbitos. 181 infeções ativas), Torres Novas (12065 casos, 11825 recuperações e 85 mortes. 155 infeções ativas), Abrantes (10315 infetados, 9877 estão curados e 92 mortes. 346 infeções ativas), Entroncamento (7064 infeções, 6874 recuperados e 33 mortes. 157 infeções ativas), Alcanena (4367 casos, 4280 recuperações e 46 vítimas mortais. 41 infeções ativas), Ferreira do Zêzere (2756 casos, 2695 dos quais já recuperados e 32 vítimas mortais. 37 infeções ativas), Vila Nova da Barquinha (2320 casos, 2245 dos quais dados como curados e 16 mortes. 59 infeções ativas), Mação (1709 infeções, 1636 recuperados e 21 óbitos. 52 infeções ativas), Constância (1287 infeções, 1238 das quais já recuperadas e sete mortes. 42 infeções ativas) e Sardoal (1133 casos e 1096 recuperados e 23 óbitos. 25 infeções ativas).