MÉDIO TEJO – ‘Cidadania Informada e Ativa’ deverá ‘chegar’ a cerca de...

MÉDIO TEJO – ‘Cidadania Informada e Ativa’ deverá ‘chegar’ a cerca de 1900 formandos

Torres Novas recebeu a apresentação do projeto ‘Cidadania Informada e Ativa’, iniciativa que «visa colocar a região do Médio Tejo como uma das mais avançadas na capacitação dos seus cidadãos no domínio da leitura e da literacia (incluindo a digital) para que possam enfrentar os desafios atuais e futuros e exercer uma cidadania informada e ativa». Financiado pela DGLAB, irá garantir, em 2022 e 2023, 189 ações de Leitura e Literacia Digital de 10 horas cada, a decorrer nas sedes de concelho do Médio Tejo e juntas de freguesia e, no total, estima-se que beneficiem 1890 formandos. Torres Novas acolheu a apresentação pública do projeto CIA que decorreu no auditório da Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes, com a presença de Anabela Freitas, presidente da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, Pedro Ferreira, presidente da Câmara Municipal de Torres Novas, e Silvestre Lacerda, Diretor-Geral da DGLAB. Esta é uma iniciativa do Programa de Apoio ao Desenvolvimento de Serviços das Bibliotecas Públicas (PADES), especialmente concebido para apoio a projetos das Redes Intermunicipais de Bibliotecas formalmente constituídas e que assenta no incentivo à criação de redes de âmbito regional junto das Comunidades Intermunicipais e Áreas Metropolitanas, procurando garantir uma maior articulação entre bibliotecas e a prestação de serviços em rede às populações. www.cm-torresnovas.pt