MÉDIO TEJO – Centro Hospitalar entrega louvores a funcionárias que chegaram à...

MÉDIO TEJO – Centro Hospitalar entrega louvores a funcionárias que chegaram à idade de aposentação

O Conselho de Administração do CHMT – Centro Hospitalar do Médio Tejo – atribuiu um louvor às colaboradoras Maria Fernanda Catroga da Silva, Maria Ilda Antunes Leal Pereira e Maria de Lurdes Veríssimo da Costa no momento em que cessam a sua colaboração com a citada entidade por terem atingido as condições de aposentação. Com este louvor, o Conselho de Administração pretendeu dar público testemunho da forma «dedicada e zelosa com que estas colaboradoras desempenharam as suas funções ao longo da sua carreira profissional na Instituição», refere uma nota de imprensa tornada pública. Maria Fernanda Catroga da Silva, esteve 45 anos ao serviço na Unidade de Abrantes do CHMT, tendo sido Assistente Técnica, no Serviço de Gestão de Doentes. “𝐕𝐨𝐮 𝐭𝐞𝐫 𝐬𝐚𝐮𝐝𝐚𝐝𝐞𝐬, 𝐠𝐨𝐬𝐭𝐞𝐢 𝐦𝐮𝐢𝐭𝐨 𝐝𝐞 𝐜𝐚́ 𝐭𝐫𝐚𝐛𝐚𝐥𝐡𝐚𝐫! 𝐌𝐚𝐬 𝐭𝐚𝐦𝐛𝐞́𝐦 𝐭𝐞𝐧𝐡𝐨 𝐚𝐢𝐧𝐝𝐚 𝐦𝐮𝐢𝐭𝐨𝐬 𝐨𝐮𝐭𝐫𝐨𝐬 𝐩𝐫𝐨𝐣𝐞𝐭𝐨𝐬 𝐞 𝐬𝐨𝐧𝐡𝐨𝐬 𝐩𝐚𝐫𝐚 𝐜𝐨𝐧𝐜𝐫𝐞𝐭𝐢𝐳𝐚𝐫”, diz-nos Maria Fernanda Catroga da Silva. Maria Ilda Antunes Leal Pereira, conta com 23 anos de serviço CHMT no Unidade de Torres Novas. Como Assistente Operacional desempenhou várias funções: passou pelos Serviços de Medicina Interna, Cardiologia e Nefrologia. No momento da homenagem recorda que “𝐟𝐨𝐫𝐚𝐦 𝐦𝐮𝐢𝐭𝐨 𝐛𝐨𝐧𝐬 𝐞𝐬𝐭𝐞𝐬 𝟐𝟑 𝐚𝐧𝐨𝐬! 𝐅𝐚𝐳𝐢𝐚 𝐭𝐮𝐝𝐨 𝐧𝐨𝐯𝐚𝐦𝐞𝐧𝐭𝐞, 𝐧𝐚̃𝐨 𝐦𝐮𝐝𝐚𝐯𝐚 𝐧𝐚𝐝𝐚! 𝐒𝐚𝐢𝐨 𝐜𝐨𝐦 𝐨 𝐬𝐞𝐧𝐭𝐢𝐦𝐞𝐧𝐭𝐨 𝐝𝐞 𝐪𝐮𝐞 𝐝𝐞𝐢 𝐨 𝐦𝐞𝐮 𝐦𝐞𝐥𝐡𝐨𝐫 𝐧𝐞𝐬𝐭𝐞𝐬 𝐚𝐧𝐨𝐬 𝐝𝐞 𝐬𝐞𝐫𝐯𝐢𝐜̧𝐨”. Maria de Lurdes Veríssimo da Costa, esteve 49 anos ao serviço na Unidade de Torres Novas do CHMT, como Assistente Operacional no Serviço de Pediatria. “𝐓𝐫𝐚𝐛𝐚𝐥𝐡𝐨𝐮-𝐬𝐞 𝐦𝐮𝐢𝐭𝐨, 𝐟𝐞𝐳-𝐬𝐞 𝐦𝐮𝐢𝐭𝐨 𝐞𝐦 𝐩𝐫𝐨𝐥 𝐝𝐨𝐬 𝐝𝐨𝐞𝐧𝐭𝐞𝐬 𝐧𝐞𝐬𝐭𝐞𝐬 𝐥𝐨𝐧𝐠𝐨𝐬 𝟒𝟗 𝐚𝐧𝐨𝐬 𝐝𝐞 𝐬𝐞𝐫𝐯𝐢𝐜̧𝐨”, refere Maria de Lurdes que trouxe um mimo para partilhar com todos nesta cerimónia de homenagem: broas e pães com chouriço. “𝐄𝐦 𝐧𝐨𝐦𝐞 𝐝𝐨 𝐂𝐨𝐧𝐬𝐞𝐥𝐡𝐨 𝐝𝐞 𝐀𝐝𝐦𝐢𝐧𝐢𝐬𝐭𝐫𝐚𝐜̧𝐚̃𝐨 𝐝𝐨 𝐂𝐇𝐌𝐓 𝐟𝐚𝐳𝐞𝐦𝐨𝐬 𝐦𝐮𝐢𝐭𝐨 𝐠𝐨𝐬𝐭𝐨 𝐞𝐦 𝐩𝐚𝐫𝐭𝐢𝐥𝐡𝐚𝐫 𝐞𝐬𝐭𝐞 𝐦𝐨𝐦𝐞𝐧𝐭𝐨 𝐜𝐨𝐧𝐯𝐨𝐬𝐜𝐨. 𝐀𝐠𝐫𝐚𝐝𝐞𝐜𝐞𝐦𝐨𝐬 𝐨 𝐜𝐨𝐧𝐭𝐫𝐢𝐛𝐮𝐭𝐨 𝐪𝐮𝐞 𝐝𝐞𝐫𝐚𝐦 𝐞 𝐪𝐮𝐞𝐫𝐞𝐦𝐨𝐬 𝐭𝐫𝐚𝐧𝐬𝐦𝐢𝐭𝐢𝐫 𝐨 𝐧𝐨𝐬𝐬𝐨 𝐚𝐠𝐫𝐚𝐝𝐞𝐜𝐢𝐦𝐞𝐧𝐭𝐨 𝐞𝐦 𝐧𝐨𝐦𝐞 𝐝𝐨𝐬 𝐧𝐨𝐬𝐬𝐨𝐬 𝐮𝐭𝐞𝐧𝐭𝐞𝐬, 𝐝𝐚𝐪𝐮𝐞𝐥𝐞𝐬 𝐝𝐞 𝐪𝐮𝐞𝐦 𝐞𝐬𝐭𝐢𝐯𝐞𝐫𝐚𝐦 𝐩𝐫𝐨́𝐱𝐢𝐦𝐨𝐬 𝐞 𝐭𝐚𝐦𝐛𝐞́𝐦 𝐞𝐦 𝐧𝐨𝐦𝐞 𝐝𝐞 𝐭𝐨𝐝𝐨𝐬 𝐚𝐪𝐮𝐞𝐥𝐞𝐬 𝐜𝐨𝐦 𝐪𝐮𝐞𝐦 𝐭𝐫𝐚𝐛𝐚𝐥𝐡𝐚𝐫𝐚𝐦 𝐞 𝐬𝐞 𝐜𝐫𝐮𝐳𝐚𝐫𝐚𝐦”, disse Casimiro Ramos, Presidente do Conselho de Administração do CHMT, na cerimónia de entrega dos louvores. “𝐄𝐬𝐭𝐚 𝐜𝐚𝐬𝐚 𝐞́ 𝐭𝐚𝐦𝐛𝐞́𝐦 𝐯𝐨𝐬𝐬𝐚, 𝐚𝐬 𝐩𝐨𝐫𝐭𝐚𝐬 𝐞𝐬𝐭𝐚̃𝐨 𝐬𝐞𝐦𝐩𝐫𝐞 𝐚𝐛𝐞𝐫𝐭𝐚𝐬!” concluiu.