MÉDIO TEJO – Assembleia Intermunicipal aprova Relatório de Gestão e apresenta atividade...

MÉDIO TEJO – Assembleia Intermunicipal aprova Relatório de Gestão e apresenta atividade da Comunidade Intermunicipal

A Assembleia Intermunicipal da Comunidade do Médio Tejo reuniu com a presença dos líderes de bancada, nas suas instalações em Tomar, e em videoconferência com os restantes membros da Assembleia. A sessão destinou-se à apreciação e votação do Relatório de Gestão de 2019, que foi aprovado por maioria, contando com três abstenções dos eleitos da CDU. A presidente da CIM do Médio Tejo, Anabela Freitas, procedeu à apresentação do documento, tendo destacado uma execução global da receita de cerca de 72% e da despesa de 76%. O resultado líquido do exercício foi positivo, estando na ordem dos 181 548,53 €. No ano de 2019, o exercício da CIM do Médio Tejo dedicou-se a grandes áreas: à Mobilidade e Transportes no Médio Tejo; à Educação Excelência; à Afirmação Territorial do Médio Tejo; ao Desenvolvimento dos Sistemas de Gestão Territorial e ao Combate à Violência Doméstica e de Género. De modo a detalhar em pormenor todo este exercício, foi apresentada na sessão da Assembleia, a atividade da CIM do Médio Tejo no último semestre. A presidente começou pelo Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial da CIM do Médio Tejo, tendo explicado que o mesmo foi reprogramado, abrangendo agora uma dotação de fundo comunitário na ordem dos 56.057.704,29€, a qual está direcionada a execução de vários projetos, nomeadamente, nas áreas da Modernização Administrativa, Eficiência Energética, Apoio às Empresas e Emprego, Património Natural e Cultural, Infraestruturas da Educação, da Saúde e Fruição Cultural e Inclusão Social. De seguida, Anabela Freitas evidenciou o esforço que a CIM do Médio Tejo prestou desde a entrada da pandemia COVID-19 no país, tendo mencionado o desenvolvimento de inúmeros procedimentos de contratação pública para acautelar a propagação do vírus e seu o contágio.