MAÇÃO – Orçamento para 2019 foi aprovado por unanimidade

MAÇÃO – Orçamento para 2019 foi aprovado por unanimidade

Foi aprovado, por unanimidade, em Assembleia Municipal, o Orçamento Municipal para 2019, no valor de 12.856.651€. O Orçamento já tinha sido aprovado, também por unanimidade em Reunião de Câmara. Na fundamentação do orçamento é justificado que responde às necessidades que o momento exige mas que se reveste de inúmeras condicionantes e variáveis. Como é referido no documento “estamos, provavelmente, na presença do Orçamento, e execução do mesmo, com um grau de imprevisibilidade de que não há memória, pelo menos nos anos mais recentes”. O processo de descentralização terá um enorme peso e relevância, particularmente nas áreas da educação e saúde. Acresce o processo de recuperação das infraestruturas destruídas pelos incêndios de 2017. É também necessário avançar com as obras relativas ao Fundo de Emergência Municipal (FEM) que, a não existir alterações, farão despender de mais de 1.000.000,00€ do orçamento municipal num ano, se quisermos concretizar tudo aquilo que o Governo validou. Por fim, há a execução dos projetos que o Município quer concretizar com apoio dos fundos comunitários que, várias vezes, não se desenvolvem da forma prevista e será feita, espera-se, a adesão a uma entidade para gestão de água, saneamento e resíduos em baixa. Apesar de todas as incertezas e exigências esta Autarquia e este Concelho serão seguramente diferentes daqui por 3 anos. A Câmara Municipal de Mação não irá descurar aqueles que foram os seus compromissos com os Munícipes, tentando cumprir os mesmos fazendo aquilo que deve ser feito, sem pôr em causa a solidez financeira que a Autarquia tem evidenciado. Os objetivos que se pretende concretizar são: «melhorar os apoios sociais aos mais carenciados; criar melhores condições para a atividade económica; valorizar os nossos recursos; aprofundar e valorizar o conhecimento, a educação e a cultura e promover a participação cívica, em particular dos mais jovens. A ação diária da Câmara vai no sentido de atingir estes objetivos, sem descurar o que é essencial num Concelho com as características do nosso, que sofre dos problemas que todos nós sabemos. São 6 as áreas de atuação definidas como fundamentais para o desenvolvimento do Concelho e para o alcançar daqueles objetivos são: 1. Inovação e Ação social; 2. Educação e Cultura; 3. Empreendedorismo; 4. Floresta / Sistema Agroflorestal; 5. Valorização dos nossos recursos; 6. Reabilitação e manutenção de Infraestruturas e Património», refere uma nota do município publicada na rede social Facebook.