MAÇÃO – Interior de Portugal mostrou a sua força no concelho

MAÇÃO – Interior de Portugal mostrou a sua força no concelho

Mação recebeu o Movimento Pelo Interior (MPI) na passada sexta-feira, dia 6 de abril de 2018. Mação recebeu o Movimento e movimentou-se em grande força pelo interior. O Auditório do CC Elvino Pereira encheu numa tarde de semana numa resposta da população ao desafio de debater o futuro do interior. Esta sessão que Mação acolheu foi a terceira de cinco que o MPI está a promover. Vasco Estrela, Presidente do Município de Mação abriu o painel de convidados referindo que “ninguém tem dúvidas de que o Interior do país vai ser um território deserto, este será o problema mais grave que o país tem para enfrentar nos próximos anos. Caminhamos de forma dramática e assustadora para esse tempo”.

Vasco Estrela afirmou que “devem ser feitos investimentos públicos nestes territórios, para que possam ajudar e motivar outro tipo de projetos que sejam complementares a esses mesmos investimentos”. Concluiu sublinhando que “as decisões custam dinheiro, implicam recursos e implicam decisões e coragem. Veremos se os nossos políticos têm essa coragem”. Convidado desta sessão, Luís Braga da Cruz, ex-Ministro de Economia, referiu que “as questões do Interior são questões de emprego, independentemente de ser em mundo rural”. Referiu também os problemas da competitividade, da sustentabilidade (nomeadamente ambiental) e as questões sociais. Braga da Cruz afirmou a necessidade de “identificar os problemas e pensar como se deve proceder”. Defendeu o regresso da política integrada de base territorial para apoiar a resolução de alguns problemas do interior. Salomé Rafael foi também convidada como oradora. A Presidente da NERSANT – Associação Empresarial de Santarém referiu a desertificação e a falta de investimento em empresas produtivas que se reflete, também, na falta de emprego. Salomé Rafael referiu que atraindo empresas, nomeadamente pela redução dos custos de contexto, se atraem pessoas e famílias para viver no interior.

Graça Franco, diretora de informação da Rádio Renascença foi a moderadora da sessão que contou com um elevado número de intervenções do público. O Movimento pelo Interior foi criado no final de 2017 com o objetivo de, num prazo de 12 anos (3 legislaturas), apresentar um conjunto de políticas públicas para corrigir os desequilíbrios estruturais do país, levando para o interior pessoas, empresas e algumas estruturas da administração pública e sendo, dentro desse período, clara a reversão da situação que hoje se vive nos territórios do Interior. Este Movimento está aberto a todas as personalidades e instituições que queiram aderir e tem o alto patrocínio de Sua Excelência o Senhor Presidente da República. Miguel Cadilhe, Jorge Coelho e Pedro Lourtie são os coordenadores para as políticas de Ordenamento do Território, Fiscal e da Educação. A Câmara Municipal de Mação aderiu a este Movimento e acolheu a 3.ª edição desta importante conferência. www.cm-macao.pt