MAÇÃO – Feira dos Santos completa 222 anos e continua a ser...

MAÇÃO – Feira dos Santos completa 222 anos e continua a ser uma referência

Em 2022 completa 222 anos a Feira que se realiza no Dia de Todos os Santos, 1 de novembro, em Mação. Em 1800 concedia o Rei a Provisão para a criação de uma Feira em Mação: “Faço saber que os moradores da Vila de Mação Me pediam fosse servido conceder-lhes uma licença para poderem ter feira nos dias primeiro, segundo e terceiro de Novembro de cada ano. Hei por bem conceder aos suplicantes a necessária faculdade para terem uma feira na sobredita Vila de Mação”. Decreto de 4 de setembro. A Feira dos Santos é a maior do Concelho de Mação e da região assumindo a particularidade de se distribuir, por tipos de oferta, por toda a Vila numa estratégia ditada pela própria história. Aquando da criação da Feira, em 1800, a sua dimensão e importância eram enormes provando a falta que fazia a Mação e Concelhos vizinhos um evento daqueles, primando pela muita oferta que permitisse encher as arcas e as despensas para o Inverno, nomeadamente os cereais, e comprar todo o tipo de material agrícola entre outros produtos. Ainda hoje, não obstante a comodidade de uma ida aos hipermercados, é na Feira dos Santos, a 1 de novembro, que muitas famílias do Concelho e de fora se abastecem de todo o tipo de cereais, como o feijão, o grão, o milho ou os frutos secos. Quem ainda desenvolve atividade agrícola compra ali os panos, as escadas e outros utensílios para a apanha da azeitona que se avizinha, bem como todo o tipo de árvores de fruto próprias para plantar nesta altura do ano. Neste dia, porque a tradição também o dita, é comum verem-se as crianças apressadas, pelas ruas, a pedir os “Bolinhos Santinhos”. A Feira dos Santos associa a tradição à qualidade dos produtos oferecidos sendo, talvez, esse o segredo de se manter, há mais de dois séculos, um evento de grande dimensão e que recebe milhares de visitantes. Mesmo nos Concelhos vizinhos é uma tradição familiar a ida à Feira dos Santos, a Mação. Desde o ano 2000 pela comemoração dos 200 anos da Feira, a Câmara Municipal de Mação apostou num espaço de reconstituição histórica da Feira com elementos trajados à época, animação por Grupos de Rua, Bandas e Ranchos Folclóricos que se situa no Largo dos Combatentes, junto ao Cineteatro e à Câmara Municipal. As Associações do Concelho foram convidadas pela Autarquia para integrar aquele espaço. Também as Escolas se aliam à iniciativa promovendo, junto com as famílias dos alunos, a venda de produtos agrícolas caseiros, doçaria tradicional da época e outros produtos naturais muito apreciados pelo público.

Programa de animação das ruas:

Entre as 10h e o meio-dia: Atuação do grupo TOC&RODÃO pelas ruas

De tarde: terá lugar a tradicional arruada pela Banda da Sociedade Filarmónica União Maçaense.

A Tradicional e Afamada Feira dos Santos é um dos dias grandes de Mação, o único em que as ruas se enchem de visitantes que percorrem os vários espaços de Feira e, no ar, o inconfundível cheiro a castanhas assadas.

REFERÊNCIAS HISTÓRICAS:

1932 -Terra Nostra:: “Com nunca excedida concorrência, realizou-se nos dias 1 e 2 a tradicional Feira dos Santos (…). Por determinação da Câmara foram as barracas de quinquilharias e outros artigos instalados no novo Largo dos Combatentes da Grande Guerra (…) donde vinha para a feira o nome de Feira do Apertão (…). Com a abertura daquele grande largo junto dos Paços do Concelho, não havia razão para se manter o apertão”.

1941 – O Concelho de Mação 9 de Nov.: “Decorreu muito animada, com grande concorrência de barraqueiros e de compradores a Feira anual dos Santos. Tudo indicava que a Feira, contra o costume, decorreria com um tempo admirável mas, para não quebrar a tradição mandou a Providência, na tarde do dia 2, uma boa carrada de água”.

1944 – O Concelho de Mação, 21 de Nov.: “Realizou-se nos dias costumados, a velha Feira dos Santos. No dia 1, chuva constante prejudicou extraordinariamente a feira. Porém, tendo-se modificado o tempo, o dia 2 foi de enorme concorrência com o geral gáudio, especialmente dos pobres feirantes”.

1966 – O Concelho de Mação: “Realizou-se no passado dia 1 e 2 de Novembro, em Mação, a mais antiga feira do Concelho e que atraiu à nossa terra muitos forasteiros. Esta Feira que é muito perseguida pela chuva teve este ano o tempo de feição, pois no primeiro dia esteve um sol radioso e no segundo dia apesar de encoberto, manteve-se sem chover. Os cereais continuam como já vem acontecendo de há alguns anos atrás a esgotarem-se, apesar do seu preço elevado”.