MAÇÃO – Exposição “Nas Curvas do Espanto” no Centro Cultural

MAÇÃO – Exposição “Nas Curvas do Espanto” no Centro Cultural

Mação recebeu e inaugurou no dia 6 de abril a Exposição “Nas Curvas do Espanto”, uma mostra de fotografia, paisagem e território, neste caso, do Concelho de Mação. Esta Exposição que a Galeria do Centro Cultural Elvino Pereira recebe em abril resulta de uma Residência Artística que Mação acolheu entre 16 e 27 de julho de 2018. Os trabalhos são de Beatriz Areias e Filipe Martins, alunos da licenciatura de Fotografia do Instituto Politécnico de Tomar, com coordenação de António Ventura, professor do IPT e Sara Cura, investigadora do Museu Municipal de Mação / ITM. A conceção da Exposição teve o apoio da Câmara Municipal de Mação. Esta Exposição, de fotografia, traz-nos um olhar humano sobre a terra, as rochas, as plantas, os animais e os cursos de água. Uma apropriação para tornar a vida humana possível e próspera. Assim foi neste território durante anos. Esta mostra leva-nos a vários percursos pelo Concelho de Mação que o convidamos a percorrer: A Sul, o grande rio. O Tejo, sempre generoso a alimentar a terra. Ao Centro, a imponência do Bando dos Santos confirma-se com a imensidão que vislumbramos do seu miradouro. A Este, vales profundos de xisto, imponentes cristas quartzíticas. Terra agreste e íngreme, mas povoada há milénios. A Norte, a íngreme subida ao Miradouro de Santo António leva-nos até ao deslumbre do que a vista pode alcançar. Na inauguração da Exposição Vasco Estrela referiu que quando viu a Exposição pela primeira vez, em Tomar, sentiu ” um misto de emoção e tristeza pois a Exposição ao mesmo tempo que revela a beleza e o potencial do nosso Concelho traz mas angústia por retratar, mesmo um ano depois, aquilo que aconteceu (incêndios 2017). As coisas são o que são e temos que viver com a realidade, a Câmara Municipal de Mação está disponível para este tipo de projetos, o que irá acontecer em breve.” António Ventura, professor do IPTomar e coordenador da residência que propiciou a exposição agradeceu a Vasco Estrela e à Câmara “a oportunidade que deu à fotografia. Exposições de fotografia há muitas mas isto tem que ser muito mais, é uma mensagem do território de Mação à região e ao próprio país que diz que o que já aqui aconteceu pode acontecer a outros. Esta mensagem não deve ser encerrada no fim do mês quando a exposição for desmontada.” Luiz Oosterbeek referiu que “há esperança e vontade nesta região, há uma determinação que existe por si, fazem falta outras coisas, como investimento e uma visão integrada do território. Nesta exposição, com fotos de Mação fala-se de toda a região do Médio Tejo pois se uma região quebra, atinge o todo.” “Nas Curvas do Espanto” traz-nos um olhar muito especial sobre o nosso território e a diversidade da nossa paisagem. Fica patente até 30 de abril de 2019, na Galeria do CC Elvino Pereira, nos dias úteis das 9h00 às 17h30 e aos sábados das 14h30 às 18h00.