MAÇÃO – À conversa com… Teresa Lopes Moreira

MAÇÃO – À conversa com… Teresa Lopes Moreira

Na próxima sexta-feira, 26 de outubro 2018 há mais um “À Conversa com…”. Este mês o Auditório do CC Elvino Pereira recebe Teresa Lopes Moreira com “As memórias da família Lino Netto preservadas nas páginas do jornal Correio da Extremadura /do Ribatejo”. O jornal escalabitano Correio da Extremadura foi fundado a 9 de Abril de 1891, pelo republicano moderado João António Arruda. O seu único filho, Virgílio Arruda foi colega de curso de José de Mendonça Lino Netto, filho do advogado, professor universitário e presidente do Centro Católico Português, António Lino Netto, nascido em Mação, a 30 de Janeiro de 1873. Após concluírem o curso na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, em 1927, mantiveram laços de amizade. Em Outubro de 1929, Virgílio Cravador Arruda visitou a família Lino Netto em Mação, onde provavelmente conheceu Maria Gertrudes de Mendonça Lino Netto. Em 1934, Maria Susana Ruivo e João Arruda, respectivamente noiva e pai de Virgílio Arruda faleceram. Em Outubro de 1935, Virgílio e Gertrudes namoravam-se como se depreende por uma carta da última para a sua mãe Maria Matilde Antunes de Mendonça Lino Netto. O casal casou na Igreja de Nossa Senhora da Pena, em Lisboa, a 18 de Abril de 1936. As portas do Correio da Extremadura, Correio do Ribatejo, a partir de 1945, abriram-se à família Lino Netto, onde alguns membros passaram a colaborar como o patriarca António Lino Netto, logo em Abril de1936, e os filhos António e José. As páginas do jornal regional também registam o percurso profissional, político e social desta família com fortes ligações a Mação. www.cm-macao.pt