LEIRIA – Tribunal decreta prisão preventiva para grupo responsável por furto em...

LEIRIA – Tribunal decreta prisão preventiva para grupo responsável por furto em residências

O Ministério Público apresentou, a primeiro interrogatório judicial, três detidos, do sexo masculino – com 35, 39 e 44 anos – indiciados da prática de crimes de furto qualificado. O Tribunal considerou fortemente indiciado que os homens decidiram assaltar residências para se apoderarem de dinheiro e valores que aí encontrassem. Em execução desse plano, por diversas vezes, em novembro de 2021 e março e junho de 2022, os arguidos, entre eles ou acompanhados de outros indivíduos, forçaram a entrada em, pelo menos, oito habitações, nos concelhos de Leiria, Marinha Grande, Batalha e Porto de Mós, assim se apropriando, para além do mais, de objetos em ouro e prata e dinheiro. O juiz de Instrução Criminal determinou que o grupo aguardasse os ulteriores termos do processo sujeito à medida de coação de obrigação de permanência na habitação, com vigilância por meios eletrónicos de controlo à distância, sendo que, enquanto não estiverem reunidos os pressupostos para a sua aplicação, todos aguardam em prisão preventiva.