LEIRIA – Suspeito de violência doméstica fica sob vigilância eletrónica

LEIRIA – Suspeito de violência doméstica fica sob vigilância eletrónica

O Ministério Público apresentou, a primeiro interrogatório judicial, um homem, de 22 anos, indiciado da prática do crime de violência doméstica agravado. O Tribunal considerou encontrar-se fortemente indiciado que o arguido molestou física, verbal e psicologicamente a vítima, com quem viveu maritalmente. Os factos indiciados ocorreram entre abril e maio de 2022, no concelho de Leiria. Nessas circunstâncias, o indivíduo proferiu insultos e ameaças de morte contra a vítima, na presença do filho menor de ambos. O juiz de Instrução Criminal determinou que o arguido aguardasse os ulteriores termos do processo sujeito às medidas de coação de obrigação de apresentação à autoridade policial, duas vezes por semana, de proibição de contacto com a vítima e de deslocação ao seu local de trabalho, bem como ao afastamento da residência da mesma, com sujeição a vigilância eletrónica.