LEIRIA – Morte de aluno do Politécnico foi «acidental», assegura Ministério Público....

LEIRIA – Morte de aluno do Politécnico foi «acidental», assegura Ministério Público. André Fernandes perdeu a vida em Abril último após ter caído «sobre a janela da marquise»

A morte de um aluno do Instituto Politécnico de Leiria em Abriu último foi «acidental». Assim refere o Ministério Público, que aponta para a «inexistência de indícios suficientes da prática de crime». Tal como a Hertz adiantou nessa altura, André Fernandes, de 18 anos, perdeu a vida após ter sofrido ferimentos graves na zona da axila, ferimentos esses causados por um vidro. Confirma-se, agora, que o jovem se desequilibrou e bateu numa janela. A Agência Lusa cita o despacho do Ministério Público, referindo que «Do teor das conclusões do relatório da autópsia, das declarações prestadas pelas testemunhas e do exame ao local resulta que a morte terá sido de causa acidental, tendo este caído sobre a janela da marquise». André Fernandes residia com mais dois colegas, constatando-se que «não havia sinais de desalinho ou luta».