Investimento de milhões para a Ilha do Lombo. Hotel… com teleférico pode...

Investimento de milhões para a Ilha do Lombo. Hotel… com teleférico pode estar a caminho

Esta é uma notícia Rádio Hertz: a Ilha do Lombo, situada na união de freguesias Serra/Junceira, em plena albufeira de Castelo de Bode, irá receber um investimento na ordem dos oito milhões de euros a cargo do Grupo Tomé Feteira. A ideia é passar do papel à realidade uma área dedicada ao turismo de natureza e de saúde e bem-estar, num cenário onde iriam fazer parte um hotel rural, praia fluvial, centro náutico, porto de recreio e restauração, sendo que a designação será «Ilha do Lombo Water & Nature Resort». O investimento contempla, ainda, a colocação de um teleférico panorâmico, numa extensão de dois quilómetros, que fará a ligação entre uma zona de recepção, no limite urbano da Serra de Tomar, e a praia fluvial, naquela que será a primeira estrutura do género na zona centro. Será um grande e decisivo passo de afirmação turística da freguesia e do concelho mas está dependente do desbloqueamento de alguns impedimentos. Nesse sentido, tanto a Junta local como a Câmara têm estado no terreno, junto da tutela, a tentar resolver o impasse. Américo Pereira, presidente da união de freguesias Serra/Junceira, disse à Hertz que está confiante de que tudo se resolva: «De hoje para amanhã, na Ilha do Lombo, estou em crer que teremos um investimento importantíssimo, assim sejam ultrapassados os constrangimentos que estão a existir, nomeadamente ao nível de volumetria. Estamos a trabalhar para que tudo se resolva, quer a união de freguesias, quer a Câmara, sendo que nesta semana estivemos em Lisboa com o senhor sub-secretário de Estado do Turismo, no sentido de suspendermos o proac por forma a viabilizar este investimento importantíssimo para a freguesia, região e país. É a única ilha com estas características e é importante que as pessoas tenham a coragem de o admitir. Irá revolucionar todo o nordeste do concelho. Isto é digno de registo. Será necessário desbloquear as coisas e estou convencido de que tal irá acontecer».