Incêndio em veículo terminou em perseguição policial em pleno IC9

Incêndio em veículo terminou em perseguição policial em pleno IC9

Digno do melhor filme de acção. Na tarde desta terça-feira, um veículo ligeiro incendiou-se em pleno IC9, a 450 metros da rotunda junto ao restaurante «Familiar», obrigando ao corte da via durante algum tempo. Os bombeiros de Tomar estiveram no local mas não conseguiram evitar a destruição total do automóvel, que foi consumido pelas chamas e ficou reduzido a escombros. O incêndio ainda chegou a algum mato e arbustos mas a área queimada foi quase insignificante. A única ocupante do veículo disse à Hertz que sentiu uma perda de velocidade na sua viatura e daí até ao início das chamas foi um curto espaço de tempo. Depois da ocorrência controlada e quando o trânsito começou a fluir, eis que acontece uma cena de filme. Dois veículos ligeiros – um estava a rebocar o outro – tentaram avançar e passar despercebidos à Guarda Nacional Republicana. No entanto, um dos agentes viu que estava a ser feito esse reboque e deu ordem de paragem. Os dois ocupantes não obedeceram às ordens e fugiram, obrigando um dos militares a solicitar a um automobilista que circulava no local para que lhe desse boleia e perseguisse os veículos. Um pouco mais à frente, precisamente no parque de estacionamento do restaurante «O Familiar», a GNR já tinha apanhado os condutores. A propósito desta situação, refira-se que os bombeiros foram alvo de insultos por terem bloqueado a estrada na altura do combate ao incêndio. O adjunto de Comando Vítor Bastos lamentou esta situação à reportagem da Hertz.