GOLEGÃ – NERSANT convidou empresários radicados no estrangeiro a investir na região

GOLEGÃ – NERSANT convidou empresários radicados no estrangeiro a investir na região

Com o objetivo de promover a realização de negócios em português e de atrair investimento para a região do Ribatejo, a NERSANT organizou, entre 11 e 13 de maio, o Encontro de Negócios em Português, no Ribatejo. O evento decorreu entre os dias 11 e 13 de maio, no Hotel Lusitano, na Golegã, local onde foram realizadas cerca de 200 reuniões de negócio nos três dias de realização do evento. Na região, estiveram presentes 9 empresários portugueses ou lusodescendentes radicados no estrangeiro oriundos de 5 países diferentes (Angola, Cabo Verde, República Checa, França e Luxemburgo). “O objetivo do evento passa por trazer à nossa região empresários de vários mercados que sejam portugueses ou lusodescendentes, para que as empresas que aqui se encontram tenham a oportunidade de perceber oportunidades de investimento/entrada no capital na região, através da realização de parcerias de negócio. Pretendemos, por um lado, aumentar as nossas exportações e, por outro, captar investimento para a região”, disse António Campos, Presidente da Comissão Executiva da NERSANT, na sessão de abertura do Encontro. Por este motivo, a NERSANT solicitou aos empresários portugueses radicados no estrangeiro, os seus objetivos estratégicos com a visita à região, tendo a associação contactado empresas que pudessem responder aos mesmos. O objetivo da NERSANT com esta ação foi, portanto, atrair investimento estrangeiro no Ribatejo, mas também aumentar as exportações das empresas, apoiando, desta forma, a internacionalização das suas empresas. O primeiro dia do evento foi dedicado à realização de reuniões B2B, agendadas de acordo com os objetivos pré-definidos pelas empresas. No segundo e terceiro dias do evento, para além de reuniões B2B, as empresas estrangeiras tiveram oportunidade de visitar diversas empresas da região. De referir que o Encontro de Negócios em Português decorreu no âmbito do projeto RibatejoExport, dinamizado pela NERSANT com o objetivo de apoiar a internacionalização das empresas da região, e tem como entidade financiadora, o inAlentejo.