ENTRONCAMENTO – “Um recorte sobre o território do Médio Tejo”

ENTRONCAMENTO – “Um recorte sobre o território do Médio Tejo”

Realizou-se no dia 17 de junho, no Museu Nacional Ferroviário a Conferência História Militar de Portugal – Um recorte sobre o território do Médio Tejo, integrada no programa cultural em rede VOLver.
Esta conferência, que decorreu na Sala do Comboio Real, contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal, Jorge Faria, do Presidente do Museu Nacional Ferroviário, Manuel Cabral e com Coronel Francisco Amado Rodrigues, Diretor do Museu Militar, convidados e vários amantes da história local e regional.
A moderar a conferência esteve Lígia Mateus, da Associação de Turismo Militar e os oradores: Coronel Luís Sodré de Albuquerque, historiador, antigo chefe de Heráldica e História Militar da Direção de História e Cultura Militar e antigo Diretor do Museu Militar de Lisboa, que abordou o tema “A centralidade estratégica militar do Médio Tejo” e o Professor Doutor João Gouveia Monteiro, professor catedrático da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, onde tem ensinado História da Antiguidade e da Idade Média, História Militar e História das Religiões, que trouxe a esta conferência o tema “Nuno Álvares Pereira: conquistar a Terra e depois o Céu.”
O Presidente do Município referiu na sua intervenção que “é necessário conhecermos o nosso passado para projetarmos o nosso futuro. O Entroncamento foi sempre conhecido pelos comboios, pelos fenómenos e pelos militares. Conhecer a História Militar é conhecer a nossa génese.”
A Conferência, História Militar de Portugal “Um recorte sobre o território do Médio Tejo”, foi inserida no programa VOLver, um programa cultural em rede entre os municípios de Entroncamento, Torres Novas e Vila Nova da Barquinha, inserido no Programa Operacional Regional do Centro 2020.