ENTRONCAMENTO – Insegurança na cidade. Assembleia Municipal acusa Direção-Nacional da PSP de...

ENTRONCAMENTO – Insegurança na cidade. Assembleia Municipal acusa Direção-Nacional da PSP de «falta de respeito institucional»

A Assembleia Municipal do Entroncamento acusa a Direção-Nacional da Polícia de Segurança Pública de «falta de respeito institucional». Em comunicado enviado para a nossa redação, aquele órgão justifica esta posição perante a «ausência de resposta formal» ao pedido de uma reunião, com carácter de urgência, ao responsável máximo pela PSP, Magina da Silva. Esse encontro seria com a Comissão Permanente da Assembleia, que reuniu para analisar, precisamente «os problemas de segurança e o agravamento e reiteração de situações de incivilidade na cidade do Entroncamento», reforça o mesmo texto. Em vez dessa reunião, houve sim um almoço entre o diretor-nacional da Polícia de Segurança Pública e o presidente da Assembleia Municipal, sendo que as respostas às questões e solicitações colocadas pelo autarca não foram «consideradas satisfatórias», lamenta esta Moção que, agora, exige a marcação de audiência junto dos grupos parlamentares com assento na Assembleia da República para apresentação do problema pela Comissão Permanente e solicita, ainda, a marcação de audiência com o Ministro da Administração Interna. A segurança – ou falta dela – aparece justificada, em parte, com a «falta de meios humanos e materiais, assim como de condições de trabalho na Esquadra», o que se traduz, refere o texto, numa presença muito reduzida dos agentes de segurança nas ruas do Entroncamento».