CHAMUSCA – Paulo Queimado aponta este ano como aquele onde «se sentiu...

CHAMUSCA – Paulo Queimado aponta este ano como aquele onde «se sentiu mais o impacto da falta de água no Tejo» (c/vídeo)

Paulo Queimado, presidente da Câmara da Chamusca, admitiu que sente «tristeza» quando olha para o Tejo, numa tendência que se tem arrastado desde os últimos anos, ainda que o autarca aponte 2022 como o período onde «se sentiu mais o impacto da falta de água». Em entrevista à Hertz, Paulo Queimado centra atenções na zona ribeirinha do Arripiado, onde foram feitos investimentos recentes, precisamente para minorar as consequências do estado do rio. Assista ao vídeo editado pela nossa redação.