BENAVENTE – Homem fica sujeito a pulseira eletrónica por suspeitas de violência...

BENAVENTE – Homem fica sujeito a pulseira eletrónica por suspeitas de violência doméstica

Um homem, de 67 anos, ficou sujeito a pulseira eletrónica e ainda à obrigatoriedade de permanência na residência, acusado da prática de violência doméstica. No seguimento de uma denúncia referente a uma ocorrência num estabelecimento comercial, os militares da GNR deslocaram-se para o local, tendo o suspeito, na presença dos operacionais, dirigido à vítima, sua ex-mulher de 41 anos, várias ameaças contra a integridade física, incluindo ameaças de morte, pelo que foi de imediato detido. Foi possível apurar-se que o agressor, desde o divórcio, tem perseguido a vítima, provocando um clima de medo e inquietação. O indivíduo já tinha sido detido pelos militares do Posto Territorial de Samora Correia, pelo crime de violência doméstica, em julho de 2020, no seguimento de uma agressão na via pública à mesma pessoa, à data esposa do agressor, tendo sido condenado a dois anos e 11 meses de pena de prisão suspensa, tendo sido ainda sujeito a proibição de contatos com a vítima e afastamento da sua residência e local de trabalho.