ATLETISMO – Trilhos Noturnos dos Templários. A festa do Trail voltou a...

ATLETISMO – Trilhos Noturnos dos Templários. A festa do Trail voltou a Santa Cita

Na sequência do sucesso obtido na ultima edição dos Trilhos Noturnos dos Templários, realizou-se no passado dia 05 de fevereiro a VIII edição desta prestigiada prova do calendário nacional e regional de Trail. Inicialmente prevista para 8 de janeiro, tendo sido adiada por motivos da pandemia que ainda hoje persiste. Este evento foi constituído pelos Trilhos, Mini-trilhos, ambos de caráter competitivo e por uma caminhada de andamento livre.
Um dos principais objetivos da organização era igualar o até superar o da edição anterior, o que foi conseguido, registando este ano 611 inscrições nas três opções de participação. Outro objetivo era criar um ambiente de festa, tornando este trail noturno diferente de tudo o que se tem realizado em Portugal. Tendo sido superado com distinção, onde não passou despercebido o fogo de artificio, as tochas para “iluminar” o percurso e até umas fitas de sinalização especiais. Finalmente, que fosse uma competição saudável quer na vertente curta quer na longa o que viria a acontecer entre os 144 atletas que terminaram a prova longa e os 243 que terminaram a prova curta. E no que diz respeito á competição, o primeiro classificado do percurso mais longo foi Francisco Reis do ACS Mamede com o tempo de 1h32m38, seguido de Ricardo Mendes (1h36m27) do CA Ferreira do Zêzere, fechando o pódio o seu colega de equipa André Luís que registou o tempo final de 1h38m56. Na quarta posição terminou o tomarense Luiz Mota que corre pela Casa do Benfica de Abrantes que registou o tempo final de 1h43m19, vencendo ainda o seu escalão M50.

Entre os tomarenses que conseguimos identificar em 19º lugar terminou Fernando Homem (CASPA) com o tempo de 1h57m51, dois lugares depois ficou Rui Silva (Ourem Vida Team) com o registo 1h58m48. Vítor Diniz (Tomar Runners) foi o 24º classificado com o tempo de 2h00m39. Em representação do CAFZ, Vítor Santos foi o 32º lugar com o registo de 2h04m03 e do mesmo clube Nuno Nunes foi 66º com o tempo de 2h20m19. Como individual correu João Roque (2h23m22) que terminou em 68º lugar. Paulo Cruz (Tomar Runners) foi o 117º da geral com o tempo final de 3h05m38. Na competição feminina venceu Sofia Nunes do Trilho Perdido/Imporlux foi a vencedora com o tempo de 2h13m47, seguida de Linda Ladeira (Linda Cabeleireiro) que terminou em 2h16m25. Pódio ficou completo com a atleta do CPA/Trail Luísa Jorge com o tempo de 2h17m55. Em 20º terminou a atleta tomarense Mónica Conde (Tomar Runners) com o registo final de 3h07m28. Por equipas venceu a Casa do Benfica em Abrantes com21 pontos, seguido do Clube de Atletismo de Ferreira do Zêzere com 37 pontos e na terceira posição ficou o Clube Desportivo de Espite com 38 pontos. Em 8º lugar terminou a equipa Tomarense do Tomar Runners com 259 pontos. Na prova mais curta de cerca de 12 km o vencedor foi Celso Moiteiro do Saca Trilhos Anadia terminando com o registo de 57m01, segunda posição para David Santos do ADAR com 59m26 e em terceiro terminou o individual Luís Santos com 59m48.

Miguel Ferreira do União FCI de Tomar foi o 4º da geral (3º M40) com o tempo final de 1h00m17. Entre outros atletas de Tomar ou a representar instituições de Tomar conseguimos identificar o 30º lugar de David Silva dos Bombeiros Municipais de Tomar que terminou com 1h10m59, Flávio Graça dos Matrecos com 1h16m01 terminou em 44º lugar, o seu colega de equipa Manuel Silva finalizou em 1h17m14. Em 59º terminou Ernesto Parente do União FCI de Tomar com o registo de 1h19m13. João Vinagre (Bombeiros Municipais de Tomar) terminou em 63º finalizando com 1h20m04. Em 76º terminou Humberto Morgado, também dos Bombeiros com o registo de 1h23m44. Dos Matrecos, João Faria (124º) terminou com 1h41m24. E finalmente entre o lugar 127 e 129, concluíram a prova os seguintes atletas dos Bombeiros de Tomar, Ivan Graça (1h43m54), Luís Rodrigues (1h43m55) e Rui Ferreira (1h43m56).
No trail curto feminino a vencedora foi Maria Ferreira da Zona Alta Trail com 1h13m01 seguida de Cristina Pedro da Casa do Benfica em Abrantes que finalizou em 1h15m58. Pódio ficou completo com Daniela Guerra (1h16m16) do Marialvas. Por equipas venceu Associação Desportiva de Aldeia da Ribeira com 28 pontos, seguido da Casa do Benfica em Abrantes com 54 pontos e em terceiro lugar ficou o CLAC do Entroncamento com86 pontos. A equipa dos Matrecos (Tomar) terminou em 9º lugar com 259 pontos e em 15º lugar ficou os Bombeiros Municipais de Tomar com 322 pontos. A ORGANIZAÇÃO