ATLETISMO – Nacional em Pista Coberta. U. Tomar com presença histórica na...

ATLETISMO – Nacional em Pista Coberta. U. Tomar com presença histórica na 1ª Divisão Nacional

Foi no passado fim-de-semana, dias 27 e 28 de março, em Pombal que a equipa Feminina fez a sua histórica estreia na 1ª Divisão do Campeonato Nacional de Clubes em Pista Coberta. Esta época, com as restrições relativas à pandemia, a Federação Portuguesa de Atletismo optou por convidar 16 equipas de cada género a participar numa única 1ª divisão, ao invés da tradicional fase de apuramento e posterior realização de duas divisões. Esta fase dividiu-se ainda em dois fins-de-semana, o grupo A, com oito equipas de cada género, a 13 e 14 de março e o grupo B, no último fim-de-semana deste mês. A equipa feminina do União FCI de Tomar foi, então, convidada a integrar a elite do Campeonato Nacional de Clubes, fruto das brilhantes prestações da época transata onde alcançou o 7º lugar na 2ª divisão em Pista Coberta e, ainda o vice título nacional da 3ª divisão ao Ar Livre. Com aconteceu nas edições anteriores, o União FCI de Tomar apresentou-se com a “prata da casa” sendo praticamente todas as representantes unionistas frutos da formação da secção de atletismo do clube, o que valoriza ainda mais esta presença em tão prestigiada competição. Na primeira jornada, Margarida Mota iniciou da melhor maneira ao posicionar-se no 5º lugar nacional na prova de Salto em Altura, transpondo a fasquia a 1,62m. Margarida competiu ainda na prova de lançamento do Peso onde lançou o engenho a 8,94m, um novo recorde pessoal que lhe valeu o 14º Lugar. De seguida, Carlota Gonçalves participou na prova de Salto com Vara e ao superar a fasquia a 2,40m obteve a 14º posição. Pouco depois, uma estreia nestas grandes competições, Rita Silva fez o seu “batismo” em provas nacionais, na exigente disciplina de Marcha Atlética, terminando os 3000m em 20’34’’80 na 15ª posição. Sofia Marmelo, reforço da presente temporada do clube correu os 1500m em 4’58’’97 que lhe valeram o 12º posto. A finalizar o primeiro dia, Beatriz Guilherme estabeleceu a sua melhor marca da época na prova de 400m terminando com o tempo de 63’’91 na 14ª posição. A segunda jornada principiou com um novo recorde pessoal de Beatriz Marques, na prova de Salto em Comprimento, ao alcançar a marca de 5,15m. Pouco mais de duas horas depois, voltou a superar-se ao alcançar novo máximo pessoal desta feita na prova de Triplo Salto, ao chegar ao registo de 11,13m. Em ambas as provas Beatriz terminou no 11º lugar.

Beatriz Guilherme correu os 60m barreiras próximo do seu melhor nível ao concluir a prova em 10’’20 terminando no 14º lugar. Sofia Marmelo correu pela primeira vez nesta temporada os 800m terminando com o registo de 2’29’’62 no 14º posto. Nos 60m, Sofia Rodrigo, de regresso ao clube nabantino, alcançou a marca de 8’’75 sendo 15ª classificada. Pouco depois, Maria José Pinto correu as 15 voltas à pista em 10’46’’87 que lhe valeram o 12º lugar na prova de 3000m. Por fim, a estafeta de 4x400m, uma das mais jovens senão a mais jovem, em prova, com 3 atletas ainda juvenis, terminou no 15º lugar com o tempo de 4’33’’97. Fica fechado mais um capítulo glorioso da história da secção de atletismo do União FCI de Tomar com esta estreia no patamar mais alto da competição maior de clubes a nível nacional em pista coberta, ficando em 15º lugar. A vitória coletiva foi para o Sporting Clube de Portugal em segundo lugar terminou a Associação Jardim da Serra e em terceiro lugar ficou a equipa do Grupo de Atletismo de Fátima (Ourém) filiada na Associação de Atletismo de Santarém, sendo a primeira equipa do distrito a ocupar um lugar no pódio na 1ª divisão nacional. A Secção de Atletismo do União FCI de Tomar