ATLETISMO – Manuel Dias (U. Tomar) foi o segundo melhor português no...

ATLETISMO – Manuel Dias (U. Tomar) foi o segundo melhor português no Torneio Ibérico de Pista Coberta

WmByIWUm fim-de-semana que vai ficar na memória de todos os amantes do atletismo tomarense, e não só, mas em especial para o atleta unionista Manuel Dias que concretizou, talvez um pouco cedo demais, o sonho de se tornar atleta internacional na modalidade que escolheu para seguir a sua “carreira” de atleta, depois de ter experimentado outras modalidades e que decerto também lhe deram formação para que hoje seja o atleta que se tornou. Foi o culminar de muito trabalho e dedicação não só da sua parte, mas também da secção de atletismo do União de Tomar, da sua família e especialmente do seu treinador Tiago Madureira. Nesta sua primeira internacionalização Manuel Dias que partiu para esta competição como o 4º melhor português, alcançou o 6º lugar na geral sendo o 2º melhor português. Por isso nada se exigia ao atleta tomarense a não ser o seu melhor esforço, ainda assim ele superou-se e alcançou novo record pessoal com 4154 pontos no heptatlo, melhorando as suas marcas individuais em 3 provas, onde se destaca os 6m24cm alcançados no salto em comprimento. Na primeira jornada do Torneio Ibérico de Provas Combinadas Manuel Dias totalizou 2472 pontos, iniciando com 3 records pessoais, nos 60 metros obteve 7,52, como já foi referido “arrancou” no salto em comprimento a marca de 6m24cm (RP), no lançamento do peso fez 11m35cm (RP) e no salto em altura 1m72cm (RP). A segunda jornada não começou da melhor maneira e na prova de 60 metros barreiras teve o seu primeiro deslize realizando a marca de 9,18 e na seguinte, no salto com vara ficou longe dos seus 3 metros finalizando com 2m75 (o que até nem podemos considerar nada mau, pois não pode treinar esta disciplina como era desejável) e terminou os 1000 metros finais com o bom registo de 2,58,72. A seleção nacional debateu-se com uma seleção espanhola muito forte que apesar de dominarem a competição demonstraram muito respeito e consideração por todos, “obrigando” os portugueses a superarem-se o que originou vários records pessoais alcançados pelos vários atletas portugueses. A Secção de Atletismo do UFCI de Tomar

Siga-nos no Facebook