ALMEIRIM – Ex-comandante da GNR acusado de peculato. Ministério Público fala em...

ALMEIRIM – Ex-comandante da GNR acusado de peculato. Ministério Público fala em «apropriação de quantias relativas a coimas»

O Ministério Público, na secção de Almeirim do DIAP de Santarém, deduziu acusação relativamente a um militar da Guarda Nacional Republicana, pela prática de três crimes de peculato. Os factos remontam aos anos de 2015 e 2016, estando em causa a apropriação, pelo arguido, de quantias pecuniárias recebidas para pagamento de coimas resultantes da elaboração de autos de contraordenação pelos militares do posto territorial que então chefiava. O valor total em causa, quinhentos e sessenta euros, foi restituído na sequência da interpelação por outros militares do mesmo posto. Decorre o prazo para abertura de instrução que, a não ser requerida, determinará a remessa do processo para julgamento perante tribunal coletivo. É de salientar que, pela mesma secção, já tinha sido deduzida acusação, em abril passado, quanto a este militar e outros três, pela prática de crimes de falsificação de documento, abuso de poder, favorecimento pessoal, coação agravada, sequestro agravado, denegação de justiça e peculato, estando esse processo em fase de instrução no Juízo de Instrução Criminal de Santarém.