ACTUALIDADE – PSP identificou, até agora, oito menores por suspeitas de atearem...

ACTUALIDADE – PSP identificou, até agora, oito menores por suspeitas de atearem fogos

Nos primeiros oito meses do ano, a Polícia de Segurança Pública identificou seis jovens, com idades até aos 16 anos, por suspeita de estarem envolvidos em ocorrências de incêndios florestais. Em 2013 foram identificados nove menores pelo mesmo motivo. Em 2014 registo para onze. As identificações ocorreram no âmbito de incêndios florestais ocorridos na área de responsabilidade da PSP e representam 19,8% do total de pessoas identificadas, entre 2013 e 2015, por suspeita de prática de incêndios florestais. Em 2013 foram identificados 59 pessoas, sendo que uma delas era reincidente. Em 2014 o número diminuiu para 37, havendo dois reincidentes. Em 2015, até à data actual, foram identificadas 35 pessoas.

Considerando as ocorrências de incêndios florestais comunicadas à PSP desde o início do ano, verifica-se que as áreas mais afectadas são os distritos de Lisboa (86 ocorrências), Setúbal (49), Porto (33), Santarém (31) e a Ilha da Madeira (28). Paralelamente, em 2014, os distritos mais afectados foram os de Lisboa (41), Santarém (31), Setúbal (15), Porto (12), Braga (11), Viseu (9), Castelo Branco (7), bem como a Ilha da Madeira (10). Em 2013 a tendência mais acentuada foi novamente no distrito de Lisboa com 112 ocorrências registadas. Seguiram-se-lhe Setúbal (72), Porto (36), Viseu (35), Ilha da Madeira (33), Braga (22) e Aveiro (11).