ACTUALIDADE – ‘Operação Carbono’, da PSP, passou por Santarém e Leiria. Autoridades...

ACTUALIDADE – ‘Operação Carbono’, da PSP, passou por Santarém e Leiria. Autoridades no combate ao furto de catalisadores

A Polícia de Segurança Pública desenvolveu uma operação de investigação criminal, de âmbito nacional, de combate ao crime de furto de catalisadores. A operação foi coordenada pelo Departamento de Investigação Criminal da Direção Nacional da PSP, em estreita articulação com o Mistério Público, e envolveu o Comando Metropolitano do Porto, os Comandos Distritais de Santarém, Leiria e Coimbra, primordialmente pela valência Brigadas de Prevenção Ambiental (BRIPA) da PSP, num total de mais de sete dezenas de Polícias. A operação teve o seu epicentro no inquérito delegado no Comando Distrital de Coimbra, pelos crimes de furto e recetação de catalisadores e de branqueamento de capitais, cujos suspeitos se afigura deterem grande preponderância neste fenómeno criminal, nomeadamente no escoamento de catalisadores furtados em várias zonas do País. No decurso desta operação, a PSP deu cumprimento a 11 mandados judiciais de busca domiciliária e 16 de busca não domiciliária, nomeadamente sucateiras e outros locais de trânsito e armazenagem referenciados durante as investigações. A execução dos mandados resultou na concretização de sete detenções, seis em cumprimento de mandados de detenção e uma em flagrante delito pelo crime de tráfico de estupefacientes, e apreensão de várias dezenas de catalisadores, 400 euros em dinheiro, dois motores e outros componentes de viaturas furtadas, uma arma de fogo, ferramentas utilizada nos furtos, e bidões contendo 250 litros de gasóleo suspeito de serem também provenientes de furtos, e foram envolvidos um total de 74 polícias.