ACTUALIDADE – 55 ideias de negócio em desenvolvimento através do EmpreEscola

ACTUALIDADE – 55 ideias de negócio em desenvolvimento através do EmpreEscola

O ano letivo 2014/2015 tem sido profícuo para o projeto EmpreEscola da NERSANT, que conta até à data com a participação de 249 alunos de 17 escolas secundárias e profissionais. Estes estudantes estão neste momento a desenvolver, em grupo, 55 ideias de negócio, com o acompanhamento da associação empresarial. Através do EmpreEscola, a atuação da NERSANT pretende não só sensibilizar os alunos do secundário para o empreendedorismo, aproximando-os do meio empresarial, mas também criar nestes jovens competências ao nível da criatividade e da inovação, capacitando-os para a importância da criação de valor. É hoje reconhecida a importância do empreendedorismo na renovação do tecido empresarial e na criação de emprego e cada vez mais se fala também da importância do intra-empreendedorismo, ou seja da capacidade das empresas já existentes manterem uma vocação empreendedora, focada na contínua resolução de problemas e necessidades e na geração e aproveitamento de oportunidades. O EmpreEscola assume-se, assim, como um projeto importante não só para os alunos que venham a enveredar pela criação do seu próprio negócio mas também para todos aqueles que, entrando no mundo do trabalho por conta de outrem, terão de ser capazes de ter uma atitude empreendedora e inovadora, focada nas soluções e não nos problemas. Este projeto, cuja metodologia se baseia no “aprender-fazendo”, é implementado durante o ano letivo com o acompanhamento de técnicos especializados da NERSANT e utiliza ferramentas TIC inovadoras para o acompanhamento e desenvolvimento das ideias das várias equipas, ferramentas estas que combinam o estímulo à inovação e diferenciação e o desafio estratégico com uma abordagem de natureza económico-financeira para análise da viabilidade e potencial do projeto. Esta ferramenta inclui ainda um tutorial online que permite aos alunos esclarecer dúvidas e conceitos nos períodos entre sessões. As ideias desenvolvidas no âmbito do projeto serão no final de maio apresentadas pelas equipas numa sessão de Júri, onde os alunos farão um pitch de apresentação perante um painel composto por empresários que as avaliarão tendo como critérios como a inovação, criatividade e originalidade do produto/serviço, potencial de mercado, viabilidade económica, qualidade da apresentação e trabalho de equipa. Com base nesta avaliação são atribuídos 3 prémios: Melhor Ideia Empresarial, Ideia Mais Inovadora e Melhor Trabalho de Equipa.