ABRANTES – Tempos de espera nas urgências disparam quando se compara com...

ABRANTES – Tempos de espera nas urgências disparam quando se compara com Santarém e Leiria. Doentes urgentes obrigados a esperar cerca de duas horas

Os números são avançados pelo próprio Ministério da Saúde e dizem respeito aos tempos médios de espera para atendimento nos hospitais de Norte a Sul do país, incluindo dos distritos de Santarém e de Leiria, durante a tarde desta quarta-feira… e os dados não são nada positivos para a urgência do Hospital dr. Manoel Constâncio, de Abrantes. Na actualização mais recente, havia registo para a presença de seis pessoas na urgência médico-cirúrgica mas, mesmo assim, para situações urgentes os doentes estão a ser confrontados com um período de espera de duas horas e cinco minutos… isto quando no Hospital de Santarém, por sua vez, esse mesmo tempo está cifrado em cinquenta minutos e no Hospital de Santo André, de Leiria, esse período diminui para a casa dos vinte. Poderá pensar-se que tem a ver com a afluência aos serviços… mas os mesmos dados do Ministério referem-se à presença, então, de uma pessoa em Abrantes, 35 em Santarém e sete em Leiria. No que diz respeito aos casos menos urgentes, Abrantes apresenta um tempo médio de espera de 3 horas e 34 horas, contra uma hora e meia de Santarém, que tem dezoito pacientes nessa condição contra quatro de Abrantes. Leiria não apresenta qualquer registo recente nesta categoria. Refira-se que as unidades de Tomar e de Torres Novas não apresentavam dados disponíveis.