ABRANTES – Suspeito de ter atropelado mortalmente um cidadão ucraniano confessou crime...

ABRANTES – Suspeito de ter atropelado mortalmente um cidadão ucraniano confessou crime e justificou fuga com estado de «pânico»

O suspeito de ter atropelado um cidadão ucraniano em Abrantes, em Fevereiro de 2019, confessou o crime na primeira audiência do Julgamento, mostrando-se arrependido e justificando a fuga do local com o pânico que sentiu após se ter apercebido do embate fatal. Tal como a Hertz adiantou nessa altura, esteve assim em causa um atropelamento que ocorreu na avenida António Farinha Pereira. Em comunicado emitido em Maio, a Polícia Judiciária referiu que «a viatura danificada foi guardada numa garagem, tendo sido localizada e apreendida» pela PJ. O texto avançou, ainda, que «no decorrer de diversas diligências realizadas, o suspeito foi identificado pela prática dos factos em referência, bem como foi encontrado na posse de objetos e de material estupefaciente, em quantidade indiciadora da prática do crime de tráfico, tendo sido detido em flagrante delito». O arguido, hoje com 31 anos, está acusado de homicídio por negligência, omissão de auxílio e tráfico de droga.