ABRANTES – Plano plurianual e o orçamento para 2016 dos Serviços

ABRANTES – Plano plurianual e o orçamento para 2016 dos Serviços

A Câmara de Abrantes aprovou por unanimidade o plano plurianual e o orçamento para 2016 dos Serviços Municipalizados de Abrantes (SMA), no valor de 4.835 mil euros. Dos investimentos previstos para 2016, os de montante mais significativo reportam-se ao abastecimento de água ao sul do concelho, a partir da Albufeira de Castelo do Bode. No âmbito desta obra estruturante para otimizar a qualidade do serviço de abastecimento de água e proporcionar às populações uma melhoria significativa na sua qualidade de vida, em 2016 está prevista a execução por administração direta dos traçados adutores entre o Vale das Donas e o reservatório de São Miguel do Rio Torto, entre o reservatório de São Miguel e o de Tramagal e entre o nó de Tramagal e Crucifixo.

Para além destes investimentos em “alta”, os SMA vão continuar a investir anualmente cerca de 200 mil euros na renovação/remodelação das redes de distribuição domiciliária de água mais antigas e ramais de ligação em várias localidades do concelho, nomeadamente em Alferrarede, Mouriscas, Rio de Moinhos, Pego, entre outras.

Para a melhoria dos sistemas, estão previstos trabalhos de substituição de adutoras aos reservatórios de Casais de Revelhos e de Casa branca e a reparação dos reservatórios de distribuição na Barrada, Vale de Açôr, Atalaia, Matagosa, Ventoso, São Facundo, entre outros.
Já para combater as perdas de água, está prevista a instalação de um projeto-piloto de telecontagem recorrendo à tecnologia mais avançada existente no mercado, bem como implementar o plano de segurança da água.

Já no setor dos resíduos sólidos urbanos (RSU), os SMA comprometem-se a melhorar o serviço prestado. A aquisição de uma nova viatura de recolha equipada com sistema de lavagem entrará em funcionamento nos primeiros meses de 2016. Uma solução de gestão de frota para tornar o serviço mais eficiente e a realização de uma campanha de sensibilização ambiental integram os projetos em carteira para o próximo ano. Em 2016 vai manter-se a política social de acesso à água para todos através de tarifários especiais às quais podem aderir os agregados familiares economicamente mais desfavorecidos. Os tarifários específicos para famílias numerosas também se vão manter.