ABRANTES – Grávidas obrigadas a deslocarem-se ao Hospital de Santarém em caso...

ABRANTES – Grávidas obrigadas a deslocarem-se ao Hospital de Santarém em caso de urgência. Utentes lamentam «que se tenha chegado a este ponto»

A Comissão de Utentes da Saúde do Médio Tejo disse que já esperava que pudessem surgir constrangimentos na urgência de Ginecologia-Obstetrícia, localizada no Hospital de Abrantes. Em declarações à Hertz, Manuel José Soares, daquela Comissão, reagiu, assim, ao encerramento – até às 9 horas desta quinta-feira – daqueles serviços e ainda da Maternidade, por força de “doença súbita de dois médicos obstetras, cuja substituição não foi possível assegurar em tão curto espaço de tempo”, adiantou a administração do CHMT. Desta forma, refira-se, “as grávidas e utentes com patologia ginecológica urgente que se desloquem ao Serviço de Urgência de Ginecologia-Obstetrícia do CHMT serão transferidas para o Hospital Distrital de Santarém, num transporte de ambulância assegurado pelo Centro Hospitalar, que contará com o acompanhamento de um enfermeiro especialista da instituição. As situações de emergência inadiável serão asseguradas por um médico Obstetra que estará ao serviço durante todo o período de contingência”, reforça o comunicado. Manuel José Soares lamenta «que se tenha chegado a este ponto»: