TORRES NOVAS – Zona Franca árabe capta investimento no concelho

TORRES NOVAS – Zona Franca árabe capta investimento no concelho

A NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém, e o Agrocluster Ribatejo acolheram em Torres Novas o Diretor da Zona Franca do Aeroporto de Sharjah, Saud Al Mazrouei, que está em Portugal a promover as oportunidades de negócio adjacentes a esta zona de comércio livre árabe. O Diretor da SAIF Zone fez-se acompanhar por Raed Bukhatir e Wafa Balaswad, do Departamento de Direção de Marketing e Desenvolvimento de Negócios da SAIF Zone, que deram a conhecer aos empresários presentes as oportunidades desta zona franca. A SAIF Zone, foi explicado no seminário, é o elemento central no compromisso do livre comércio no Governo de Sharjah, possuindo uma localização privilegiada. Situa-se ao lado do aeroporto internacional de Sharjah, a poucos minutos desta cidade e do Dubai, assim como dos principais portos dos Emirados Árabes Unidos e a apenas 120 km do porto de Khorfakkan, tendo os investidores, assim, acesso às costas leste e oeste do Golfo Pérsico. A zona franca, é, assim, de fácil acesso a outros mercados, em diferentes continentes, abrindo portas para África, Ásia e Europa, estando precisamente no centro dos diferentes fusos horários, acabando por facilitar a comunicação, vital para o sucesso de qualquer empresa.

Propriedade estrangeira e repatriação de capital sem restrições de moeda, isenção de impostos societários e de impostos sobre o rendimento individual, bem como isenção de todas as taxas de importação e exportação são as principais vantagens desta zona franca, que garante ainda a emissão de licença em 24 horas. A zona franca é ainda indicada a todos os tipos de negócios que requerem um ambiente de trabalho rápido, eficiente e sem problemas, fornecendo ainda armazéns e escritórios pré-fabricados àqueles que aqui se vierem a instalar. A 3 anos da EXPO 2020, as oportunidades de negócio estão ainda mais ativas do que anteriormente. Há diferentes projetos em andamento um pouco por todos os 7 Emirados que constituem o país, desde o setor da Saúde, Hotelaria, Construção, Ambiente ou Educação. Tendo isto em consideração, o panorama atual é bastante convidativo e desafiante para empresas que procuram expandir os seus negócios além-fronteiras e abraçar novas oportunidades neste mercado. No final da reunião, houve espaço para o esclarecimento de questões por parte das empresas participantes, ao qual se seguiu um almoço de networking.